Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Sérgio Segundo

    18 de Outubro de 2017 por Sérgio Segundo

    Desde a vitória do Golden State Warriors perante o Cleveland Cavaliers nas finais de temporada 2016-17, muitos torcedores começaram a sentir saudades do seu time, algo que não foi diferente com o Lakers. Após a Summer League e a Pré-Temporada, finalmente a NBA está, de fato, voltando. Tendo em vista que cada equipe joga 82 partidas na temporada regular, separamos os 10 jogos principais do Los Angeles Lakers nessa temporada, sejam por motivos históricos, transferências de jogadores ou rivalidades antigas/recentes. Portanto, para que você desfrute dos jogos mais recheados de emoção envolvendo a franquia, listamos:

    Lakers vs. Clippers

    19 de Outubro, mando de quadra do Lakers.

    Apesar de não fazer o seu maior clássico com o Clippers, o Lakers encontrará nessa partida o seu “passe de temporada”: é a primeira partida da temporada, logo contra o seu “primo de LA”, que vem com um time amplamente competitivo e com jogadores de nível All-Star. Tendo a primeira oportunidade de jogar com seu time completo até então, uma vitória nesse jogo poderá significar bom trabalho da diretoria e entrosamento da equipe: um largo primeiro passo para mostrar para os Estados Unidos que a franquia voltou forte e ambiciosa. 

    Lakers vs. Pistons

    31 de Outubro, Los Angeles

    Essa partida mistura dois aspectos importantíssimos para uma partida: história de decisões e transferência recente. As franquias fizeram 3 embates em finais (sendo a última em 2004) com melhor retrospecto da franquia do Leste: 2x1. Pelo fato de terem decidido anéis tanto recentemente quanto a um certo tempo, partidas entre as equipes movimentam torcedores veteranos e torcedores novos. Além disso, será a primeira vez que Kentavious Cadwell-Pope enfrentará a sua ex-equipe, onde também era peça importante. Essa importante partida será disputada em 31/10, Los Angeles.

    Lakers vs. Nets

    3 de Novembro, em Los Angeles

    Realizando a troca mais importante de ambas as equipes, o Brooklyn Nets cedeu o seu principal jogador (Brook Lopez) em troca de dois profissionais da equipe californiana (D'Angelo Russel e Timofey Mozgov), além da 27ª escolha do último Draft, onde o Lakers escolheu Kyle Kuzma, uma das maiores revelações até então. Para essa partida, será necessário o uso da racionalidade e do equilíbrio: como D’Angelo se comportará contra o time que o recrutou e como Brook Lopez agirá contra o clube onde foi o principal jogador? 

    Lakers vs. Celtics

    8 de Novembro, Boston

    Impossíveis não citar a maior rivalidade da NBA. As duas equipes são as que mais possuem títulos (17 pro Celtics e 16 pro Lakers). Com 12 finais e 359 partidas realizadas entre si, a rivalidade já existe desde os anos 50, quando o Lakers ainda tinha sede em Minneapolis. O último título de cada franquia foi conquistado um no outro, sendo que a primeira final entre os dois times foi em 1959 (vitória dos Celtics) e a última em 2010, onde o anel ficou com os californianos. Atualmente, a equipe do Leste possui um elenco superior, com dois All-Star (Kyrie Irving e Gordon Hayward) e um dos mais badalados calouros (Jayson Tatum). Contudo, já dizia o velho ditado popular esportivo: “clássico é clássico”. Fechando a lista com “chave de ouro”, esse jogaço será realizado do dia 08/11, em Boston.

    Lakers vs. Sixers

    15 de Novembro, Los Angeles

    Mais uma vez um embate entre calouros. Mais precisamente entre segundas escolhas contra primeiras escolhas do Draft de 2016 e 2017 (Brandon Ingram e Lonzo Ball do lado californiano e Ben Simmons e Markelle Fultz na Filadélfia). Apesar de não ser propriamente um calouro, Ingram encontrará a primeira escolha do seu Draft, o que torna a partida muito interessante para eles. O que ocorrerá no embate entre as maiores promessas da NBA? Somente saberemos às 00:30 do dia 16/11, com o jogo sendo em Los Angeles.

    Lakers vs. Bulls

    21 de Novembro, Los Angeles

    As questões populares e históricas tornam essa partida interessante. As duas franquias fizeram as melhores equipes no quesito aproveitamento, e são as duas mais populares também. Apesar de não se mostrar competitivo, o Chicago Bulls chama muita atenção nos Estados Unidos e no mundo. Com o Los Angeles Lakers, mais ainda. O duelo contra a equipe de Zach LaVine será no dia 22/11, 00:30, em Los Angeles mais uma vez.

    Lakers vs. Kings

    22 de Novembro, em Sacramento

    Esse será o dia de Lonzo Ball provar sua maturidade, enfrentando outro badalado calouro: De'Aaron Fox, rebatendo, assim, os críticos que falam que Aquele foge deste. Além disso, as duas equipes realizam mais um clássico de estado, o que pode movimentar as duas torcidas opostas nessa rivalidade. O confronto será às 00:30 no dia 23/11, em Sacramento.

    Lakers vs. Knicks

    12 de Dezembro, Nova Iorque

    Basicamente fatores históricos movimentam essa rivalidade: as equipes já decidiram cinco finais da NBA, sendo que o Lakers foi superior em 3 e o Knicks em 2. Apesar de a última final entre as equipes ter sido em 1973 com vitória nova-iorquina, ambas as torcidas ainda lamentam os títulos perdidos (principalmente a torcida do Knicks, que possui menos anéis), o que gera um sentimento de vingança é de rivalidade, tornando o jogo especial para ambos os clubes. A partida se realizará no dia 12/12, em Nova York.

    Lakers vs. Warriors

    18 de Dezembro, Los Angeles

    Nesse dia, o então atual campeão estará no Staples Center, tarefa dura para a franquia local. Uma vitória perante o GSW significa muito: além de ser um clássico de estado, seria a vitória perante o principal favorito a título. Todavia, o principal não é a partida, mas sim a cerimônia que acontecerá antes: o ídolo Kobe Bryant terá não uma, mas suas duas camisas (8 e 24) aposentadas pela equipe, juntando-se a Magic Johnson, Kareem Abdul-Jabbar, Shaquille O’Neal, dentre outros. Será emocionante essa homenagem a um (senão o maior) ídolo da equipe.

    Lakers vs. Wolves

    25 de dezembro, Los Angeles

    As equipes não apresentam rivalidade forte, não realizaram importantes trocas entre si recentemente, não possuem rivalidade jurídica, fatores história ou coisa do tipo. Contudo, essas equipes se enfrentaram não tão especial “Rodada de Natal”, com uniformes especiais e um sentido especial. Será um confronto promissor, já que os “Wolves” se reformularam completamente nessa temporada: uniforme novo, cores novas, logotipo novo e, principalmente, elenco competitivo.

    Fala aí!