Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    22 de Novembro de 2017 por Ricardo Romanelli

    Josh Hart, Ivica Zubac e Thomas Bryant são os jovens jogadores do Lakers que passaram algum tempo na G-League nesta temporada, afim de ganhar experiência e tempo de jogo. Além deles, Alex Caruso também faz parte do time, como o único contrato two-way da equipe (modalidade contratual onde o jogador faz parte, simultaneamente, dos elencos da franquia na G-League e da NBA). Os jogos disputados na liga de desenvolvimento têm muito pouco destaque e repercussão, e é possível que você esteja se perguntando o que aconteceu com estes atletas durante sua estadia com o South Bay Lakers, nosso time na G-League.

    Hart e Zubac tiveram uma passagem rápida pela filial de South Bay, atuando em apenas 2 partidas, contra Iowa Wolves e Austin Spurs, nos dias 15 e 18 de novembro. Hart teve médias de 18 pontos, 5,5 rebotes e 2 assistências no período, enquanto que Zubac registrou 21 pontos, 10 rebotes e 2,5 tocos de média nas duas apresentações. Ambos foram chamados de volta ao elenco principal antes do jogo contra o Denver Nuggets, no último domingo (19).

    Já o pivô Thomas Bryant esteve em quadra em 4 partidas, entre os dias 4 e 12 de novembro, participando das vitórias contra Santa Cruz Warriors (2x) e Austin Spurs, além da derrota para o Texas Legends. O atleta registrou marcas de 20,5 pontos, 6,3 rebotes e 2,3 tocos, atuando em média 30 minutos nestes jogos. Com a "descida" do também pivô Zubac ao South Bay Lakers, ele foi realocado para o time principal no dia 05 de novembro, mas já retornou para o time de desenvolvimento esta semana.

    Estes três atletas devem registrar outras passagens pela G-League ainda nesta temporada, conforme a comissão técnica do Lakers enxergar necessidade de dar ritmo a estes jogadores.

    Além deles, Alex Caruso, que é o principal jogador da equipe, participou de todos os 6 jogos até agora, registrando 17 pontos, 6 assistências e 2,2 roubos de bola no período.

    A franquia filial na G-League é uma ferramenta importante para dar ritmo e tempo de quadra a jogadores sem experiência, afim de que possam contribuir mais além na temporada. Foi assim que Jordan Clarkson, por exemplo, se firmou no elenco do Lakers em sua temporada de estreia, em 2014-15. Seguimos monitorando nossos jovens atletas para descobrir se algum deles pode seguir uma trajetória semelhante.

    Zubac marca 23 pontos na estréia do South Bay Lakers

    Fala aí!