Após partida incrível, Lakers perde para o Bucks no tempo extra
Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    31 de Março de 2018 por Guilherme Borges

    O primeiro quarto foi muito bom. O Lakers teve excelente aproveitamento nos arremessos (15/19 - 78,9%), enquanto o Bucks não teve um aproveitamento tão alto, mas teve mais volume de jogo (16/25, com dois lances livres a mais). Hart voltou como se não tivesse ficado fora por lesão, com uma performance decente na defesa e também atuando bem no ataque. Mais uma vez os destaques foram para nossos homens de garrafão: Randle e Lopez. Randle fez o papel de Lopez matando uma bola de 3, e Lopez também esteve bem no jogo dentro do garrafão (onde vem jogando mais).

    No segundo quarto o jogo continuou corrido, do jeito que o Lakers gosta, mas com pouca defesa e alto placar. KCP fez um excelente trabalho até a metade do quarto, brigando por rebotes e sendo agressivo na defesa. Lopez continuou bem com 16 pontos já na metade do segundo quarto. Contudo, da metade para frente, o jogo desandou. Defensivamente o Lakers não se encontrou e KCP acabou ejetado após reclamar excessivamente de uma suposta falta que teria sofrido. Hart ocupou o lugar de KCP e continuou contribuindo bem. O Lakers manteve a alimentação dos homens do garrafão até o final do quarto sendo que ambos terminaram como destaques na pontuação (Lopez com a 18 e Randle com 12) e nos rebotes (Randle com 7). Ingram e Randle se revezaram na defesa marcando Giannis, mas não conseguiram conter o grego que marcou 16 pontos (metade do lance livre) e pegou 10 rebotes.

    O terceiro quarto começou com o Lakers dormindo na defesa e o Bucks fazendo cinco pontos seguidos. E essa dinâmica se manteve. Na verdade, o Lakers até melhorou um pouco na defesa, mas o time da casa simplesmente não conseguiu encostar no placar. Kuzma tentou colocar a equipe de volta no jogo com um trabalho de pé muito bem espelhado em um certo número 24, mas sem sucesso. Hart tentou uma injeção de adrenalina acertando uma bola de três. Nada feito. Depois foi a vez de Randle tentar reanimar o morto com mais uma enterrada energética em cima de Zeller. Sem sinal de vida. A diferença insistiu em continuar entre 13 e 16 pontos e chegou até 20. Middleton e Bledsoe simplesmente dominaram o quarto arremessando muito bem. O terceiro quarto terminou com 14 pontos de diferença para os visitantes.

    O último quarto começou com um herói improvável: Zubac com três cestas de dois pontos em sequência (com uma delas vinda de uma belíssima assistência de Caruso) para diminuir a diferença de 14 para 8 pontos e colocar a torcida da casa de volta no jogo. O time na quadra era Ennis, Caruso, Kuzma, Frye e Zubac. Após um rápido tempo do Bucks, o Lakers voltou e fez uma bola de três. Cinco pontos de diferença. Depois de alguns ataques errados e uma cesta do Milwaukee, Kuzma completou uma jogada de três pontos e colocou a diferença em 4. Cesta de Giannis no ataque seguinte. Kuzma devolveu com três pontos. Lakers e Bucks seguiram trocando cestas mantendo a diferença entre quatro e dois pontos. A dupla Caruso e Zubac (sim, você leu certo) aproveitou a química adquirida no South Bay Lakers da G-League e colocou o time titular do Bucks no bolso, superando uma diferença de 20 pontos e empatando o jogo em 104x104 faltando 6:45 para o final do jogo. Staples, esse não é um jogo de playoffs, mas talvez você não saiba, dada a sua animação. Não interessa. Volta do tempo do Bucks e Giannis colocou os adversários na frente de novo. Caruso na linha de lance livre acertou um dos dois. Randle e Ingram de volta na quadra (e Zu saiu ovacionado). Roubo de bola de Randle, bem da mão de Giannis, contra ataque, Randle - Kuz, enterrada, Lakers na frente com o Staples vindo a baixo. 107x106. Bola do Bucks, 108x107.

    Um tempo do Lakers e a partida voltou com uma cesta do Bucks. 110x107. Depois Ingram mostrou porque talvez seja o jogador que mais nos dá esperanças futuras acertando uma cesta de três e recebendo uma falta. Mas perdeu o lance. 110x110. 2:24 para acabar. Giannis marcou de novo (após falta ofensiva de Bledsoe não marcada). Falta em Ingram que, perdeu os dois lances novamente, seguido de um passe incrível dele mesmo para Randle empatar em 112.

    Algumas posses com desperdícios de bola para os dois lados. 55 segundos para acabar. Bola do Lakers. Tentativa de 3 do Kuzma. Sem cesta. Bola para o Bucks com 11 de diferença entre o relogio do jogo e o de arremesso. O Bucks não fez mas pegou o rebote. Não convertou de novo e vamos para o Tempo Extra.

    No começo do tempo extra nada deu certo para o time da casa. Ingram se machucou e Bledsoe tomou conta. Foram 9 pontos seguidos dos adversários. Nossa equipe não conseguiu forçar a saida de Giannis que estava com cinco faltas. Repentinamente Kuzma e Hart pegaram fogo e nos colocaram de volta no jogo. Middleton estorou nas faltas. Giannis errou um lance livre em uma falta e o jogo ficou 122x120 com 16 segundos no relógio. Por algum motivo não conhecido na cabeça do homem, Luke Walton insistiu na tática de não pedir tempo nesses momentos com a ideia de que o Lakers sairia em transição. Nada feito. Um arremesso desesperado de Kuzma de três que obviamente não deu certo, e praticamente o fim da partida. Bledsoe fez dois lances, Hart acertou um arremesso faltando um segundo. Partida acabada. 124x122 para o Milwaukee. O Lakers não ganhou a partida, mas a mensagem foi passada para toda liga: nós estamos voltando.

    Fala aí!