Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    17 de Março de 2018 por Guilherme Borges

    O primeiro quarto foi extremamente positivo e rápido (ja que a primeira parada foi um pedido de tempo do Lakers na metade e a primeira falta somente após 8 minutos de jogo) do jeito que o Lakers gosta. Até esse momento o jogo foi bom no geral: o Heat matou muitas bolas de três e o Lakers fez uma boa defesa, e arremessou bem (44%). A liderança mudou de lado algumas vezes nesse primeiro tempo e acabou com o Heat.

    O segundo quarto começou como terminou o primeiro: com o Heat matando bolas de 3. Utilizando praticamente todas as peças (ennis, wear e zubac) o Lakers seguiu a filosfia "pequenos passos" do Isiah Thomas e foi se mantendo no jogo com rebotes, rotações, pontos no garrafão e algumas boas posses defensivas, mas sempre atrás no placar. Com 12 cestas para cada lado (mas o Heat com mais bolas de três) no meio do segundo quarto a vantagem do Miami era de dois pontos (32x34). Foi nesse momento que Lopez começou a devolver nas bolas de três e nosso time empatou a partida e continou se esforçando mesmo sem jogar um bom basquete, o que se provou com um lindo toco de KCP (e falta ofensiva em favor do LAL) após um desperdício de bola de IT. Partida empatada em 50 no intervalo.

    No começo do terceiro quarto o jogo ficou mais lento, com mais desperdícios de bola e com Dragic dominando o jogo (26 pontos em 9/13 dos arremessos de quadra já no começo do terceiro). Na metade o Lakers acelerou o ritmo e tomou a frente com uma enterrada "a la" Larry Nance de Lopez e a primeira cesta de quadra do jogo de KCP (uma enterrada na transição). 65x61 para o time da casa. Depois disso o Heat dominou e apesar de todo esforço o Lakers cometeu muitos desperdícios no quarto e acabou atrás novamente.

    A última bola deveria ir para Julius Randle, ele iria bater para dentro e passar para Lonzo, mas o Heat trabalhou bem e travou a jogada, a bola ficou com Thomas, que tentou um arremesso que acabou como nós sabemos. @LukeWalton

    No último quarto o Lakers passou a jogar o seu pior basquete do jogo comentendo muitos desperdícios de bola (20 ao todo) e cedendo excessivos rebotes ofensivos. Desse jeito o Heat passou a frente e ficou simplesmente impossível para o time de LA voltar pro jogo. O Lakers ainda "deu um último gás" no final, com algumas bolas milagrosas de Kuzma e com o último arremesso de IT. Destaque para duas péssimas decisões de Luke Walton nesse momento final: a demora para pedir o tempo depois do Heat virar o jogo (o treinador deixou o relgio ir de 15 segundos para 7 antes de pedir tempo); e a jogada muito mal desenhada que colocou IT, que estave muito mal durante todo o jogo, em uma situação isolada. Placar final: 92 x 91 para o Heat.

    01

    02

    Fala aí!