Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    20 de Abril de 2018 por Ricardo Romanelli

    Depois de uma temporada de muitas especulações, o Lakers finalmente começa a se preparar para uma offseason onde terá condições de fazer grandes trocas e contratações.

    Alguns repórteres da mídia dos EUA já começam a divulgar informações sobre os planos da franquia. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, o Lakers planeja contratar Paul George e LeBron James como agentes livres ao término da temporada. “Eles querem os dois, o plano não mudou”, disse Wojnarowski, que é o jornalista mais respeitado quanto a obtenção de informações privilegiadas sobre trocas e contratações.

    Eles querem os dois, o plano não mudou. @Adrian Wojnarowski

    Já Sean Deveney, do Sporting News, disse que um executivo de time da NBA lhe contou que o Lakers “planeja ir com força” em busca de um negócio envolvendo Kawhi Leonard. O ala, que passou a temporada afastado por uma lesão no quadril, atualmente tem relação estremecida com sua franquia, o San Antonio Spurs. O conflito nasceu a partir da discordância entre time e jogador sobre sua recuperação, e não parece que as coisas vão melhorar tão cedo. Com apenas mais um ano de contrato com Leonard, o Spurs poderia buscar trocá-lo para evitar o risco de perde-lo de graça em 2019. Com vários jovens atletas e espaço na folha salarial, o Lakers seria um parceiro de troca viável e atrativo para o Spurs e para Leonard, que é natural de Los Angeles.

    Com muitos rumores circulando, o fato é que o Lakers tem uma combinação interessante de jovens atletas e flexibilidade financeira, e com isso pode aproveitar quase que qualquer oportunidade que o mercado oferecer. Rob Pelinka parece saber disso, tendo comentado esta situação recentemente:

    Esta é a beleza do negócio. Qualquer que seja o caminho que se apresente - podem ser dois caras pelo máximo, pode ser um só, pode ser um neste ano e outro no próximo, pode ser dividir com veteranos e crescer com este núcleo – é um bom caminho para estarmos. @Rob Pelinka

    Fala aí!