Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Franklin Sampaio

    11 de Abril de 2018 por Franklin Sampaio

    A previsão da partida contra o Houston Rockets era de um ritmo de amistoso já que o Lakers apenas cumpre tabela enquanto aguarda o fim da temporada regular, mas um cara em especial fez as coisas mudarem um pouco de contexto durante a noite.

    A estrela de Andre Ingram

    Mesmo com a derrota para o Rockets por 105 a 99, o Staples Center mais uma vez foi palco da magia do basquete e o motivo tem o nome de Andre Ingram.

    Contratado pelo Lakers para atuar nas duas últimas partidas da temporada, o jogador da antiga D-League e atual G-League, Andre Ingram, aguardou longos 10 anos até a sua estreia na NBA. Foram 29 minutos de uma energia espetacular, seus primeiros 10 minutos e Andre era o único jogador do Lakers próximo de dígitos duplos na pontuação. 

    Eu senti a vibração da torcida. Foi incrível. A torcida, todas aquelas luzes. Foi uma experiência única. @AndreIngram

    E a torcida curtia cada ponto marcado pelo "veterano-novato" ou seria "novato-veterano"? Ingram foi para a linha de lance-livre e o que se ouviu foi algo que não se ouvia desde os tempos de Kobe Bryant em quadra: "MVP! MVP!".

    Andre Ingram terminaria a partida com 19 pontos, 3 rebotes, 2 assistências e 3 tocos.

    Ontem o exemplo dado em quadra por esse jogador de 32 anos não foi pra sua família que assistia com orgulho a partida, mas para cada um de nós que deixamos de lado várias coisas durante a vida e esquecemos dos nossos próprios sonhos por um simples detalhe: Paciência.

    O Lakers perdeu a partida e eu ganhei uma história para contar.

    Fala aí!