Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    04 de Abril de 2018 por Guilherme Borges

    O Lakers começou o jogo como quem iria complicar a vida do Jazz na tabela. Liderado por Kuzma e KCP nos pontos, e por Randle na contribuição em geral, tanto de rebotes quanto de assistências o Lakers começou arremessando 8/11 dos arremessos de dois pontos e 4/7 dos arremessos de três. A diferença ao final do primeiro quarto só não foi maior porque o time da california teve apenas 50% de aproveitamento nos lances livres.

    No segundo quarto o Jazz mostrou porque está lutando para se manter nos playoffs e o Lakers lutando pra não terminar a temporada com um recorde pior do que o já está. O Jazz manteve um jogo constante enquanto o Lakers passou a acumular faltas e desperdícios de bola. No final, a vantagem do Lakers que no primeiro quarto era de 7 pontos terminou em uma desvantagem de 5 pontos (porque Josh Hart encontrou uma bola de três milagrosa no estouro do cronômetro).

    O terceiro quarto começou como terminou o segundo: com o Lakers errando e não encontrando resposta para o ataque constante do Jazz liderado por Rubio e Gobert, abrindo 10 pontos de diferença já no começo. E assim continuou. Uma verdadeira tortura pra quem esperava que o Lakers terminaria bem a temporada. Com bola de três atrás de bola de três a liderança do Jazz foi crescendo e chegou até 15 pontos. Com algumas boas posses defensivas e ofensivas do time reserva, o Lakers diminuiu a diferença mas ainda saiu perdendo por seis no terceiro quarto.

    No último quarto foi mais do mesmo: um Jazz fazendo pontos quando queria não deixando a diferença abaixar, e um LAL sonolento que se esforçava só pra deixar o jogo "menos feio". No final o Jazz venceu a partida por 117-110.

    Fala aí!