Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Rodrigo Medeiros

    06 de Maio de 2018 por Rodrigo Medeiros

    A equipe LakersBrasil analisa em quatro partes como foi a última temporada da equipe que segue num árduo processo até o reencontro com os títulos. Na série Lakers 360, falaremos sobre os mais diversificados aspectos que tornaram a temporada 2017-18, a melhor dos últimos cinco anos.

    Após o término da temporada 2017/2018, a melhor desde 2013/2014, o Lakers conseguiu 35 vitórias e 47 derrotas, e utilizou ainda 24 jogadores, contando os que saíram e foram negociados via troca. Em apenas 3 jogos o time perdeu sem conseguir estar na frente do placar uma vez sequer e conseguiu 1 vez uma vitória sem perder a liderança da partida.

    A Torcida

    Nos jogos no Staples Center o Lakers teve em média 18.920 torcedores, já nos jogos fora de casa, a torcida rival foi um pouco menor, com 18.792 de média. Dos 41 jogos em casa, o time Angelino venceu 20 vezes, já nos jogos longe da torcida foram apenas 15 vitórias, 36.6% de aproveitamento.

    Aproveitamento contra equipes do Leste

    Contra os times da conferência Leste, o Lakers disputou 30 partidas, com 53.3% de aproveitamento, ou seja, 16 vitórias, anotando em média 108.5 pontos por jogo, com 46.6% de aproveitamento nos arremessos, 32% nas bolas de 3 pontos, 71.7% nos lances livres.

    Aproveitamento contra equipes do Oeste

    Já na conferência Oeste, o time teve um aproveitamento de 36.5% nas 52 partidas, com 19 vitórias apenas. Contra as equipes de sua mesma conferência, o time Angelino marcou em média 107.8 pontos por jogo, com 45.8% de aproveitamento nos arremessos e 35.8% nas bolas de 3 pontos, teve ainda 71.3% nos lances livres. Nota-se uma diferença entre as conferências, na qual os times do Oeste são realmente mais fortes e uma briga pelas 8 vagas para os playoffs tende a ser mais difícil.

    Quem jogou mais? Quem jogou menos?

    Apenas um jogador da franquia participou dos 82 jogos, Julius Randle, sendo 49 como titular e com média de 26.7 minutos por jogo. Já o jogador que menos participou da atual temporada foi Luol Deng. O veterano participou apenas do primeiro jogo, ficando 13 minutos em quadra e marcando 2 pontos, deu 1 assistência e teve 1 roubo de bola, com 50% de aproveitamento nos arremessos.

    Outros três jogadores participaram de mais de 70 jogos na temporada, Kyle Kuzma com 77 jogos, Brook Lopez e KCP terminaram com 74 jogos. E seis jogadores não participaram de 10 jogos, como o veterano Channing Frye com 9 jogos, Vander Blue 5 jogos, Andre Ingram, Nigel Hayes e Derrick Williams com 2 jogos cada.

    Apenas dois jogadores foram titulares em mais de 70 jogos, KCP em 74 jogos e Brook Lopez em 72 jogos. Porém, KCP foi titular em todos os jogos em que participou, juntamente com Brandon Ingram, titular nos 59 jogos que participou, e Luol Deng que foi titular na única partida que jogou.

    Cinco jogadores terminaram a temporada com mais de 30 minutos, de média, em quadra, são eles: Lonzo Ball com 34.2; Brandon Ingram com 33.5; Kentavious Caldwell-Pope com 33.2; Andre Ingram (apenas 2 jogos) com 32.0 e Kyle Kuzma com 31.2 minutos. Por outro lado, seis jogadores terminaram com menos de 10 minutos de média, são eles: Ivica Zubac com 9.5; Andrew Bogut com 9.4; Vander Blue com 9.0; Nigel Hayes com 5.5; Thomas Bryant com 4.8 e Derrick Williams com 4.5 minutos.

    As lesões

    O Lakers sofreu muito com as lesões de seus jogadores, tendo que recorrer em alguns momentos em jogadores que estavam na D-League, assinou contrato curto com Derrick Williams e deu a tão esperada chance para Andre Ingram, um dos momentos marcantes do time na temporada, nos últimos jogos.

    Nosso armador titular, Lonzo Ball perdeu 30 jogos devido às lesões, e o time sentiu sua ausência nesses jogos, haja vista que ele é o jogador que dá mais assistências bem como organiza o time em quadra, além de contribuir e muito na defesa do perímetro.

    Brandon Ingram participou de 59 jogos, Josh Hart de 63, Brook Lopez e KCP de 74 e Kyle Kuzma de 77 foram outros jogadores que sofreram com lesões e/ou estavam impedidos de jogar, como KCP.

    Apesar de não ter conseguido a classificação para os playoffs, a torcida angelina teve o que comemorar nessa temporada, afinal, foi a melhor campanha dentre as últimas cinco temporadas, o time e o técnico Luke Walton apresentaram evoluções, alguns jogadores se firmaram, como Brandon Ingram, Julius Randle teve grande evolução, os calouros Hart, Ball e Kuzma também se destacaram e formar uma boa base jovem para o futuro, tendo CAP para adicionar um ou dois jogadores All-Star no elenco.

    Fala aí!