LeBron e Chris Paul no Lakers?
Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    11 de Junho de 2018 por Guilherme Borges

    Desde a recente varrida nas Finais, todos querem saber: qual será a casa de Lebron na próxima temporada? A movimentação do atleta pode alterar significativamente o equilíbrio de forças da NBA, o que torna o assunto mais comentado dos últimos dias. Lakers, 76ers, Rockets, Spurs e até o próprio Warriors são alguns dos times aos quais o nome de James estaria vinculado. Mas, ele não é o único Agente Livre desse verão americano.

    Lebron, respondendo a primeira pergunta após o derradeiro jogo 4 das finais, respondeu que ainda estaria em "modo de campeonato, mas pensa, principalmente, no que será melhor para sua família". O ideal para o astro, então, seria conseguir juntar um destino onde chances reais de campeonato e condições ideiais para sua família se entrelaçassem em uma sinergia perfeita. Tal lugar, contudo, não existe. O mistério, então, é descobrir qual time chegaria mais próximo dos requisitos de Lebron.

    Como James quer continuar disputando campeonato, seria natural, então, se juntar com outra estrela para tentar destronar a atual dinastia que reina sobre a liga. O único time da NBA que tem espaço para Lebron se juntar com outras estrelas sem ser necessário realizar peripécias econômicas com o teto salarial, é o Lakers. Em razão disso, muito se fala da união de forças entre Lebron e PG13 (outro agente livre), aqui no Roxo e Dourado. Contudo, Paul George não é o único agente livre com o qual Lebron pode se juntar. Marc Stein, repórter respeitado do New York Times esclarece:

    "Se Chris Paul ficar em Houston eu apostaria que o Rockets é o time com mais chance de ter Lebron, independente das complicações e ginásticas econômicas  com o cap que o time, e o GM Daryl Morey, teriam que ultrapassar para conseguir James. Agora, não esqueçam que Lebron pode tentar atrair Chris para um time que comporte duas estrelas, como é o caso do Lakers, já que os dois são muito  amigos."

    Chris Paul também é agente livre. É claro, espera-se que o armador renove o seu vínculo com o Rockets, já que o time teve 65 vitórias na temporada regular, sendo o primeiro do oeste, tendo ficado a apenas um jogo de bater o Golden State Warrios na final da conferência oeste, chegando inclusive a liderar a série por 3-2. Apesar disso, não há certeza de que ele estará de novo em Houston. Ir para o Lakers, se juntar a Lebron James (que é considerado um dos melhores amigos de Paul), e jogar uma temporada com uma minutagem mais controlada, evitando lesões (o que é importante já que ele tem um histórico de lesões), não seria um absurdo.

    Desde que a troca fracassada que levaria CP3 para Los Angeles em 2011, muitos rumores insistem em relacionar o armador à franquia da California. Bom, nada melhor que um grande amigo, muito espaço no cap, e um time recheado de talentosos garotos para convencer um jogador. Ou dois. Primeiro de Julho é abertura da Agência livre. Até la.... "tic-tac".

    Fala aí!