Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Felipe Valente Bettega

    15 de Julho de 2018 por Felipe Valente Bettega

    No primeiro dia da agência livre, LeBron James tomou a decisão de se juntar ao Los Angeles Lakers. Por mais incrível que isso tenha sido, preferir a franquia angelina não foi uma escolha tão surpreendente assim. As casas de apostas em Las Vegas já nos colocavam como favoritos, à frente de Cleveland Cavaliers, Philadelphia 76ers e Houston Rockets. A surpresa verdadeira está no contrato que LeBron assinou: US$ 154 milhões por 4 anos.

    Quando o maior astro da NBA deixou o Miami Heat e voltou para Cleveland em 2014, ele assinou um contrato de 2 anos, com a opção de sair em 2015. Ele exerceu essa opção e assinou um novo contrato de 2 anos, com a opção de sair em 2016. O Cavaliers sagrou-se campeão e o LeBron concordou em 3 anos, com a opção de sair em 2018. Nessas quatro temporadas com o Cavaliers, LeBron foi agente livre três vezes e, dessa maneira, sempre manteve as suas opções abertas. Mas, neste ano, ele optou por sair para poder usar o manto sagrado roxo e dourado

    É notável porque um contrato de quatro anos, com a opção de sair apenas em 2021, dá ao Lakers a segurança de saber que poderá contar com os serviços do quatro vezes MVP por, pelo menos, três anos. É surpreendente porque é exatamente o oposto do que ele fez com o Cavaliers, que ficou constantemente no escuro a respeito dos seus planos futuros. De acordo com Magic Johnson, LeBron está feliz que o time não está se precipitando. A lenda e presidente do Lakers contou ao USA Today algumas partes importantes de sua reunião com O Rei.

    “Eu perguntei para ele quais eram as suas expectativas e ele disse que entendia a nossa posição, como uma organização, como um time, e o que estávamos construindo. Ele estava realmente feliz que Rob e eu não estávamos correndo, não estávamos cometendo erros devido a movimentos precipitados. E eu disse a ele que tínhamos um plano de três anos que gostaríamos de executar e que, com ele, poderíamos levar esse plano para um outro nível.” - Magic Johnson.

    Garantir LABron por ao menos três temporadas nos dá a tranquilidade necessária para trabalhar na construção do elenco. Não precisamos nos desfazer de nossas joias da juventude para conseguir uma troca agora. A tendência é que o Lakers espere Kawhi Leonard e outros talentos All-Star estarem disponíveis no mercado de 2019, onde o time deve, mais uma vez, ter espaço em folha salarial para grandes contratações.

    “Eu acho que o LeBron analisou o nosso elenco. Ele analisou a situação e disse: ‘Hey, eu vou me comprometer a longo prazo com a organização do Lakers.’ E era exatamente disso que precisávamos como uma organização. E assim, outros jogadores ao redor da Liga podem ver isso, e eles estarão dispostos a jogar com LeBron, e vir para o Lakers, porque eles sabem que ele ficará aqui. Também ajuda nossos próprios jogadores, com a mentalidade de um time sendo construído com a permanência dele.” - Magic Johnson

    Adicionalmente, Magic contou que passou horas e mais horas vendo filmes do LeBron para entendê-lo melhor como um jogador de basketball. O maior jogador dos anos 80 queria que a sua reunião com o maior jogador da atualidade fosse puramente focada nos aspectos dentro de quadra.

    “Eu assisti a tanto tempo de filme, me preparando para ele. Eu quis ver desde quando ele foi para Cleveland pela primeira vez, então eu fiz isso. Eu assisti a um monte de filme de quando ele foi para Miami (em 2010), vendo como ele jogava e onde ele gostava de receber a bola. Eu me preparei desse jeito, ao invés de contar com chamarizes. É realmente sobre basquete. E então eu assisti à sua segunda passagem em Cleveland. Assim, eu pude ter a noção do LeBron em suas diferentes fases na carreira. Para que, quando eu apresentasse, ele soubesse que eu fiz a minha lição de casa e que se tratava do jogo e de vencer. Eu estou certo de que era isso que ele queria, então era isso que eu queria apresentar.” - Magic Johnson.

    Saber que a nossa abordagem foi tão profissional, para contratar o melhor do jogo, é certamente um alívio para a torcida. O plano está a todo vapor: contratações calculadas e evolução dos jovens. King James acredita! Eu acredito! E você deveria acreditar também!


    Fala aí!