O que esperar de Lance Stephenson em sua primeira temporada no Lakers?
Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Rodrigo Medeiros

    09 de Julho de 2018 por Rodrigo Medeiros

    Lance Stephenson já é um veterano da NBA. O Los Angeles Lakers será a sétima franquia pela qual ele vai atuar na liga. A única franquia pela qual jogou mais de uma temporada foi o Indiana Pacers. Foi justamente lá que ganhou seu espaço, principalmente pela marcação em LeBron James, seu novo companheiro de equipe.

    Lance sempre gostou do desafio de ter de marcar o “King” e nunca “afinou” ou pareceu sentir ter medo de tal tarefa. É um dos poucos jogadores que conseguem tirá-lo do sério durante uma partida.

    LeBron e Stephenson podem jogar juntos?

    Após assinar com LeBron, muitas pessoas ficaram espantadas pelo fato de a equipe Angelina contratar Lance logo na sequência. O duelo marcado por trocas de provocações bem como a forma como os dois se enfrentam em quadra gera uma incerteza se os dois podem jogar juntos.

    Porém, Lance é um jogador que não tem receio de enfrentar jogadores melhores que ele, e em um eventual playoff ou até mesmo um duelo contra o campeão Golden State Warriors, ele não iria se intimidar em marcar os jogadores adversários. Seria interessante vê-lo marcando Kevin Durant, tentando tirá-lo do sério, da mesma forma que fez com LeBron (não estou dizendo que ele iria parar ou anular Durant, mas imagino que iria irritá-lo da mesma forma que quando marcou James).

    Pelo fato de não ter medo de encarar o desafio, tal qual Rajon Rondo, ele pode sim se dar bem com LeBron. A sua gana de vencer bem como a dedicação em quadra combinam com o “tipo de jogador” pra jogar ao lado de James. No último playoff Stephenson contribuiu com 10.4 pontos; 2.7 rebotes; 2.9 assistências e 0.3 roubos por jogo, justamente contra o Cleveland Cavaliers de LeBron James.

    Sabemos que Lance pode ser meio “problemático”, mas teremos de aproveitar suas virtudes, como a garra e dedicação em quadra e essa entrega, que pode ser muito importante nos playoffs. Pode ser o líder da segunda unidade. E quando precisar de um jogador para fazer uma marcação específica em algum jogador, ele é uma boa opção.

    Esses foram alguns pontos analisados pela dupla Magic-Pelinka para contratá-lo. Foi uma boa aposta, num jogador com a mentalidade certa para vencer, apesar de alguns fundamentos questionáveis. E você leitor, como avalia a contratação de Lance Stephenson?

    Fala aí!