Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    22 de Janeiro de 2008 por Renato Campos

    Ao contrário do que foi divugado inicialmente, o tumor encontrado no testículo direito do ala-pivô Nenê era maligno. De acordo com reportagem da revista "Época" (leia matéria na íntegra), o câncer, de pouco mais de 1cm de diâmetro, foi completamente extirpado e era pouco agressivo. O câncer estava em estágio muito inicial, o que deixa em praticamente 100% a taxa de sucesso do tratamento, com poucas chances de recorrência.

    - Não existe nenhum indício de que a doença se espalhou. O jogador está se recuperando física e psicologicamente extremamente bem - diz o médico que operou o jogador, o brasileiro Fernando Kim.

    O câncer estava em estágio muito inicial, o que deixa em praticamente 100% a taxa de sucesso do tratamento
    Ainda não existe uma previsão oficial para o retorno de Nenê às quadras, mas é certo que o ala-pivô do Denver Nuggets precisará de pelo menos dois meses para se recuperar fisicamente da cirurgia realizada no último dia 14, no Denver Health Medical Center. A intervenção levou menos de uma hora e foi feita na virilha, local que precisa cicatrizar para evitar uma hérnia inguinal.

    Apesar de o risco ser pequeno de a doença reaparecer, o ala-pivô passará os próximos dez anos fazendo exames semestrais, à procura do hormônio hCG, um indicador da presença de outro tumor. Segundo o dr. Fernando Kim, Nenê vem tendo um pós-operatório muito bom.

    - Ele é extremamente positivo, tem um coração de ouro.

    Deixe abaixo sua mensagem para o brasileiro Nenê

    Fala aí!