Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Jogando em seus domínios, o Los Angeles Lakers pôs fim a ingrata sequência de três derrotas consecutivas ao vencer o New York Knicks por 120 a 109. Não cometendo os mesmos erros dos últimos jogos, o coletivo do Lakers se impôs e facilitou o jogo no final.

    O Lakers entrou em quadra bastante pressionado por dois motivos, vinha de uma sequência de três derrotas seguidas e enfrentava um time fraco, o que aumentava a responsabilidade. E o começo deste jogo lembrou um pouco o início do jogo contra o Cavaliers. Lamar Odom, assim como no jogo de domingo, entrou em quadra disposto a se redimir das atuações apagadas que vinha tendo. Com isso, os quatro primeiros pontos do Lakers veio com ele. Outro que começou bem foi o pivô Kwame Brown, também bastante cobrado. Brown terminou o primeiro quarto com 6 pontos e 5 rebotes. Jordan Farmar também participou bem nesse período, convertendo duas bolas de três pontos. Depois de abrir 9 pontos de vantagem, o Lakers bobiou e no final do período perdia por 29 a 28.

    No segundo período, dois jogadores vindo do banco de reservas já davam mostra da importância que teriam para o time no decorrer do jogo. Trata-se de Sasha Vujacic, que logo no começo já anotara uma bola de três e Ronny Turiaf, extremamente eficiente na defesa, distribuindo tocos e bem no ataque, terminando o primeiro tempo com 8 pontos. Vladimir Radmanovic, em seu segundo jogo depois de se contundir, anotou duas bolas de três seguidas, num momento em que o Lakers estava com um time muito bom no perímetro. Lamar Odom mostrava-se mais regular que nos últimos jogos e Kobe Bryant, que parecia apagado, fazia um excelente jogo na distribuição de bolas e também nos rebotes. Mesmo assim o Lakers ainda perdia por três pontos, 61 a 58 para os visitantes.

    Voltando dos vestiários, Kobe Bryant tratou de pontuar um pouco mais. Apesar disso, ele o Lakers não se resumia a ele, erro cometido pela equipe nos últimos jogos. Lamar Odom finalmente atuava muito bem. Com boa presença na defesa e fazendo seus pontos no ataque, ele era uma boa opção para o Lakers. Fisher, Vujacic e Turiaf também tiveram boa participação nesse quarto e junto com Bryant e Odom, foram os únicos a pontuar nesse período. Do outro lado, David Lee, Quentin Richardson e Nate Robinson não deixavam o Lakers passar a frente no marcador. Em mais um quarto bastante equilibrado, o time de Los Angeles venceu por um ponto e foi para o quarto decisivo perdendo por 87 a 85.

    Os mais pessimistas provavelmente desistiram de ver o jogo com o passar dos dois primeiros minutos do último quarto. Com três cestas de três pontos, o Knicks chegou a abrir 9 pontos quando faltavam 9 minutos para o fim do jogo. Ai brilhou Sasha Vujacic. O jogador parece cada vez mais se firmar no time de Phil Jackson e, com duas bolas de três seguidas, reduziu a diferença para apenas três pontos. Apartir desse momento, o Lakers apresentou uma defesa muito agressiva e extremamente eficiente. Faltando 6:35 minutos para o fim do jogo, o time de Nova York tinha 104 pontos e, até o final, faria apenas mais 5 pontos. No ataque angelino o que se viu foi muita tranquilidade e eficiência. Vujacic, Bryant, Odom, Turiaf participavam muito bem, e dessa forma ninguém foi sobrecarregado. Dessa forma, o time não sofreu muito para vencer por 120 a 109.

    Sasha mostrou um aproveitamento muito bom, tanto da linha de três pontos (5/11) quanto nos arremessos de quadra (7/13) e terminou o jogo com 20 pontos. Bryant realizou um jogo impecável, ficando a apenas dois rebotes de fazer um triple-double (digitos duplos em três categorias) e por fim, Lamar Odom se redimiu, realizando uma grande partida, fazendo 22 pontos (70% nos arremessos de quadra) e adicionando mais 12 rebotes. Turiaf, com 5 tocos, foi outro destaque. Para finalizar, Kwame Brown conseguiu um double-double, com 10 pontos e 11 rebotes.

    Confira os destaques da partida

    Fala aí!