Espalhe!
  • Bate Papo 0
    A ira dos torcedores do Lakers contra o pivô Kwame Brown no jogo contra o Phoenix Suns provocou reações no elenco. Na derrota para o time de Steve Nash, a torcida se irritou profundamente com os seguidos erros de Brown. Ele cometeu 7 erros (turnovers) no total, mas, a partir do 4º erro, as vais se intensificaram de tal forma que afetaram demais seu desempenho, já não tão bom até aquele momento. Substituir Andrew Bynum é algo realmente difícil, pois os jogadores tem estilos de jogo bem diferentes, e, se levar-se em consideração ainda o bom momento que atravessava Bynum, a tarefa de Brown seria realmente das mais complicadas.

    Com 8 pontos e 6 rebotes na partida, Brown ficou muito longe do que os fãs esperavam de um substituto, no mínimo. Quando errou bandejas e ainda uma enterrada, a ira dos torcedores veio à tona. Ele saiu no final do 3º quarto e não retornou mais. "Eu nunca tinha visto nada parecido", disse o surpreso Jordan Farmar. "E espero não ver novamente. Isso realmente não é algo que se espera de fãs. Ele é nosso companheiro de equipe. Você tem que torcer para ele ter sucesso, incentivar, apoiar, sempre com energia, e não deixar ele mais para baixo. Eu acho que vocês realmente precisam mudar essa mentalidade se são torcedores do Lakers mesmo", alertou o jovem armador. Kwame saiu sem falar com os repórteres após a derrota. "Eu achei terrível", disse Kobe Bryant. "Se os fãs quiserem realmente fazer isso, melhor ficarem em casa. Ele será nosso "cara" na posição pelos próximos dois meses. Kwame é emotivo, se você o vaia, isso o afeta. Eu disse à ele que estou com ele", esbravejou Bryant.

    Phil Jackson também ficou até certo ponto chocado com o que presenciou, sendo que nunca tinha visto nenhum jogador sob seu comando passar por este tipo de situação delicada. "Eu tentei deixar ele sair dessa sozinho", disse o técnico, quando questionado sobre o tempo que manteve Brown mesmo com as vaias. "Mas, isso não iria acontecer naquela noite", disse Jackson. GO LAKERS GO!!!

    Fala aí!