Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O arquiteto do triângulo ofensivo Tex Winter assistiu ao jogo contra o San Antonio Spurs e fez seu alerta. O Lakers não será um bom time se não movimentar a bola.

    Como você já acompanhou aqui no lakersbrasil.com, a equipe californiana vinha bem na partida contra os atuais campeões, com equilíbrio, dividindo os arremessos e passando a bola. Mas, um péssimo 3º quarto colocou tudo a perder, e, de fato, a derrota veio por 103 à 91. E este tipo de apresentação e desempenho é que consegue tirar do sério o consultor do Lakers. "A bola tem que ser movida, os jogadores também devem se movimentar", disse Tex. "E quando eles não o fazem, começam a parar e assistir Kobe. Kobe pode até fazer 50, mas nós não vamos vencer mesmo assim, e teremos dificuldades", analisou Winter.

    Sem Andrew Bynum para segurar a bola no garrafão, o Lakers está recorrendo muito mais à Kobe, e ele mesmo já não deseja mais ter este tipo de atuação, onde tem que fazer quase 50 pontos para o time vencer, como ocorreu no jogo contra o Sonics logo após a contusão do jovem pivô do L.A. "É um conceito de time. É baseado na movimentação da bola e dos jogadores com um propósito. Essa é sua raiz, e, se não tivermos isso, não seremos um bom time", alertou Tex Winter, sobre o conceito do triângulo. Mas, não pense que Tex limitou-se a falar somente de time no sentido coletivo. Sem Andrew Bynum, qual é a identidade do Lakers, o que o time precisa para criar uma dinâmica de jogo até a volta do pivô? "Lamar Odom e Luke Walton talvez sejam a chave para isso. Eles terão que converter os arremessos onde estiverem livres. Terão que finalizar no melhor índice de aproveitamento possível, o que não estão fazendo agora. Eles irão melhorar e conseguir arremessos desmarcados se jogarmos no conceito de time, movimentando a bola e se movimentando também".

    Já sobre Kwame Brown, surpreendentemente Tex foi mais compreensivo, citando aspectos físicos como o possível problema. "Eu tenho fé e esperança, se você quiser chamar assim, que Kwame pode pegar um melhor ritmo e jogar melhor do que está jogando atualmente", disse Winter. "Eu previ isso pois ele esteve de fora por muito tempo. Neste jogo, você não joga se não estiver numa forma suprema, e eu não acho que ele está assim no momento". Contra o San Antonio, Brown fez 6 pontos e pegou 6 rebotes. "Eu acho que jogadores e técnicos, todos pensam que, Kwame é capaz de jogar um basquete melhor do que está apresentando. É difícl para ele entrar no ritmo, mas ele vai conseguir. Ele tem que conseguir. Se ele não o fizer, então, será bem difícil para nós", antecipa Tex.

    A recente contratação do Lakers, DJ Mbenga, atuou muito mal nos poucos minutos que esteve em quadra. Foram arremessos errados, passes ruins e ainda teve uma bola roubada por Manu Ginóbili. Tex tem razão, o Lakers precisa de Brown para poder sobreviver sem Bynum. GO LAKERS GO!!

    Fala aí!