Espalhe!
  • Bate Papo 0
    As espectativas criadas para esse grande jogo não foram sem motivos, pelo contrário, foram confirmadas depois deste grande espetáculo proporcionado pelas duas equipes. E na estréia de Shaquille O'Neal pelo time do Arizona, Kobe Bryant, ex-companheiro dele no Lakers, foi o grande nome da partida, mostrando porque indiscutivelmente deve ser o MVP da temporada. O jogo marcou ainda a primeira derrota de O'Neal quando estava estreando por algum time. E de quebra, o Lakers assume a liderança da divisão do pacífico e a vice-liderança da conferência oeste.

    Logo nos primeiros minutos de jogo já se notava que nada seria decidido antes dos minutos finais. Pelo Lakers, Lamar Odom começou bem atento no jogo, enquanto o Suns revesava seus jogadores na pontuação. Se o Suns estreava Shaq, o Lakers contava com mais uma boa partida de Pau Gasol, que encarava sem medo o poderoso garrafão do Suns, de Amare e Shaq. Grant Hill vinha muito bem também, ao lado de Nash que pontuava mais do que distribuia assistências. Quando faltava 3 minutos para o fim do primeiro quarto, Bryant deu seu cartão de visitas ao Phoenix, fazendo os últimos 10 pontos do Lakers no primeiro período, vencido pelo L.A. por 32 a 29.

    Com Sasha Vujacic e Jordan Farmar em quadra, o Lakers conseguiu impremir um bom rítmo no início do segundo quarto de jogo e com menos de quatro minutos jogados, a vantagem já havia subido para 11 pontos, após a segunda bola de três realizada por Vujacic no jogo. Contudo o Suns mostrou porquê é uma potência no Oeste e com boa participação de Grant Hill, conseguiu diminuir um pouco a diferença. Com três faltas cometidas e seis minutos por jogar no segundo quarto, Pau Gasol teve de ir para o banco, dando lugar a Turiaf, que entrou bem no jogo, ajudando o Lakers a levar 8 pontos de vantagem para os vestiários, 65 a 57 para os visitantes.

    Voltando para quadra depois de descansar boa parte do segundo quarto, Gasol fez os 4 primeiros pontos do time no segundo tempo. Stoudemire resolveu aparecer um pouco mais no jogo, e sempre levava muito perigo para o Lakers, que neste momento contava com boas atuações de Odom e Fisher. Steve Nash e Stoudemire imprimiam boa performace para o Suns, que aos poucos ia diminuido a vantagem do time da califórnia. Pelo Lakers, Kobe e Gasol eram fontes seguras de pontos. na segunda metade do terceiro quarto, Shaq e Leandrinho também apareceram bem no jogo e dificultavam muito a vida do Lakers. Com um belíssimo gancho de Gasol sobre O'Neal no último segundo do terceiro período, o Lakers levou 4 pontos de vantagem para o quarto decisivo.

    Sasha Vujacic entrou em quadra no último quarto e fez grande atuação, além de estar com a mão certeira nos seus arremessos, infernizava a vida dos armadores do Suns na defesa. Mas quando o jogo está assim, em que qualquer vacilada pode custar a vitória, quem aparece é o maior de todos, Kobe Bryant. O super-astro do Lakers estava com um aproveitamento impressionante nos arremessos, ainda mais para quem sente dores no dedo. E quando O'Neal tomava conta do garrafão do Lakers, Bryant resolveu dizer não a seu ex-companheiro, tirando a bola das mão de O'Neal, que estava para fazer uma grande enterrada numa ponte-aérea. Com Bryant atacando precisamente e impecável na defesa, ficou muito difícil para o Phoenix. Depois de uma assistência de Kobe para uma enterrada de Gasol, o jogo praticamente se decidiu. Depois disso, Sasha foi preciso nos lances-livres para não dar qualquer chance de reação ao Suns. Resultado final, 130 a 124 para o Lakers.

    Sem dúvida Kobe Bryant foi o nome do jogo, mas vale ressaltar aqui a excelente partida de Lamar Odom, que novamente conseguiu mais um duplo-duplo. O time do Lakers contou com 5 jogadores fazendo mais de 10 pontos, contribuindo muito para a vitória. Esta foi a 6 vitória consecutiva do time, 5 seguida fora de casa. Agora o time possui 37 vitórias e 17 derrotas, liderando a divisão do Pacífico.

    Assista os melhores momentos da partida

    Destaques:

    Lakers:
    Bryant, 41 pontos (16-25 FG) 5 rebotes
    Odom, 22 pontos e 11 rebotes
    Gasol, 29 pontos
    Vujacic, 15 pontos
    Fisher, 10 pontos

    Suns:
    Stoudemire, 37 pontos e 15 rebotes
    Nash, 26 pontos e 8 assistências
    O'Neal: 15 pontos e 9 rebotes

    Fala aí!