Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    03 de Fevereiro de 2008 por Renato Campos

    Ao chegar em casa na sexta a noite, Kupchak estava relaxado e esperançoso depois de ter feito a melhor transação desta temporada.

    O desejo em fazer a transação aconteceu logo após a contusão de Andrew Bynum.

    "Se fosse a 3 semanas atrás nós não fariamos essa troca," disse Kupchak. "Mas quando soubemos que Bynum ficaria fora, não queriamos jogar fora 8 semanas."

    E não foi fácil, as conversas começaram a esquentar na quinta a noite.

    "Foi dificil chegar a um acordo," disse Kupchak. "Foi como mover uma geleira. Até tarde da quinta feira, nada ia acontecer, até que as coisas se encaixaram e conseguimos acertar tudo na sexta pela manhã."

    Gasol, 27 anos, chegou em Washington tarde da noite no sábado após ter passado pelos exames físicos mais cedo em LA. Ele provavelmente não jogará hoje (3 de fevereiro) depois de já ter perdido 3 dos 4 jogos com o Grizzlies por causa de dores nas costas.

    Gasol, que estava tendo de médias de 18.9 pontos, 8.8 rebotes e 3 assistências por jogo pelo Memphis, deve estrear apenas na terça feira contra o Nets.

    "Eu acredito que ele vá se encaixar perfeitamente porque sabe jogar e é um bom passador," disse Kupchak. "Ele não é egoista e sabe como jogar."

    A transação foi decisiva e terminou com a era de tentativas com Kwame Brown que estava no time desde agosto de 2005.

    Brown teve médias de 7.4 pontos, 6.2 rebotes em 136 jogos pelo Lakers e recentemente vaiado pela torcida após sucessivos erros em uma partida contra o Suns em LA.

    "Nós temos um carinho muito grande pelo Brown, queremos que ele fique bem," disse Kupchak. "Eu acho que todos nós ficamos desapontados pela promessa não se tornar uma realidade por aqui. E acredito que ele sinta a mesma coisa. Talvez isso o leve para melhores dias."

    Como toda grande transação, sempre se tem alguma perda. O Lakers não acredita que gastou muito para ter Gasol, mas o problema é o futuro incerto ao perder Crittenton e escolhas de first round nos próximos drafts.

    Kupchak sobre esse assunto diz que tem conciencia que deixou futuros talentos escaparem, mas o Lakers precisa ganhar hoje.

    Ainda sobre Crittenton, Kupchak diz,"Eu acho que ele tem chances de ser um grande jogador. Quando o draftamos, pegamos o melhor jogador disponível. Não sabiamos o que estava por vir, hoje temos Fisher e Farmar como dois grandes armadores.

    Leia também a entrevista de Kupchak traduzida exclusivamente

    Primeira parte da entrevista

    Segunda parte da entrevista

    Fala aí!