Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O jogo começou muito disputado e com poucos pontos. Defesas agressivas, ou mesmo erros das equipes impediam que o placar aumentasse. O Lakers começou melhor, fazendo 4 a 0. Mas depois de vários ataques em branco, de ambas as partes, o Detroit se encontrou, principalmente com Rip Hamilton. O jogador fez 8 pontos seguidos e dessa forma o Detroit assumiu a dianteira. A boa defesa dos donos da casa resultava em vários erros por parte do Lakers. Depois de abrir 10 pontos, o Pistons fechou o primeiro quarto com 7 pontos de vantagem, 29 a 22.

    Muito mais agressivo na defesa, o Detroit começou o segundo quarto de forma arrasadora. O time de Los Angeles mal tinha chances de chegar a tentar um arremesso, antes disso o Pistons já induzia o adversário ao erro. Resultado disso, 17 pontos de vantagem com aproximadamente 4 minutos por jogar. Mas quem pensava que o Lakers iria se entregar facilmente, estava errado. Foi a vez dos visitantes forçar um pouco mais na defesa e acertar a mão no ataque. Com tanto equilíbrio, o quarto não poderia acabar de outra forma senão com um empate, 23 para os dois lados e os mesmos 7 pontos de vantagem para o Pistons.

    Voltando dos vestiários, o Los Angeles manteve o mesmo rítmo do final do segundo quarto. Forçando bastante na defesa, e com a excelente partida de Kobe Bryant, o time encostou no marcador. Dentro de quadra, o time era a cara de Ronny Turiaf, que assim como no último jogo, bloqueava vários arremessos. Contudo, dessa vez no ataque o time não tinha várias opções, e Kobe Bryant era a melhor delas. Outro que acertava seus arremessos era o armador Derek Fisher. Depois de um grande período, o Lakers foi com 5 pontos de vantagem para o último e decisivo quarto.

    E o período final correspondeu ao grande jogo que as equipes vinham fazendo. Depois de um início um pouco melhor, quando o Detroit conseguiu igualar o jogo, nenhuma das equipes conseguiu abrir mais de três pontos. As defesas eram bastante agressivas. No lado do Lakers, Bryant chamava o jogo para si, e fez 10 dos 17 pontos do Lakers nesse quarto. Do outro lado, todos os que estavam em quadra ajudavam na pontuação. Faltando 1:07 minutos para o fim, Billups deixou o Detroit apenas um ponto atrás e logo em seguida, Ronny Turiaf foi para a linha de lance-livre. Acertando apenas um, ele deixou o Lakers dois pontos a frente, faltando 17 segundos para o fim. Depois de uma tentativa errada de Wallace na linha dos três, o Lakers bobiou e deixou Prince pegar o rebote ofensivo. E o mesmo Prince conferiu uma bola de três que deixou o Detroit um ponto a frente. Faltando 4 segundos, Lamar Odom que pouco aparecia no jogo resolveu aparecer no momento errado, errando o arremesso final. Certamente Bryant ou Fisher eram opções melhores. Resultado final, 90 a 89 para o Detroit Pistons.

    Mesmo sendo uma derrota bastante sentida e irritante para os torcedores, o time fez um bom jogo, principalmente na defesa. Dessa forma, o time iniciou a sequência de 9 jogos fora de casa com uma derrota.

    Fala aí!