Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    gasol,_um_heroi_sem_casa,_karl_na_d-league Pau Gasol caiu como uma luva no esquema do Lakers, o triângulo ofensivo. Além de bom jogador, já está claro que também trata-se de um ótimo caráter e também uma pessoa de boa personalidade. Gasol já é querido em Los Angeles, mas Los Angeles ainda não tem uma casa para Pau Gasol.

    Desde que foi adquirido em 1º de fevereiro, o astro espanhol foi a L.A para rápidos exames médicos e logo após, já se juntou ao restante do time, que jogava na recém terminada mais longa viagem da franquia Lakers. O "herói instantâneo" foi capaz de fazer o L.A de simples concorrente à uma vaga de Playoff a candidato ao título do Oeste e finalista da NBA. Só que Gasol ainda não teve a oportunidade de ouvir a torcida do Lakers em um jogo à seu favor, em casa. Aliás, casa é algo que Gasol ainda não tem para morar em Los Angeles. "É muito estranho", disse Pau. "Mas é assim que as coisas são. Eu ficarei em um quarto de Hotel até encontrar um local para viver. Têm sido uma loucura, mas estou feliz e motivado em vir para cá", disse o pivô.

    Loucura seria se ele não viesse. Vir de um time sem esperanças de chegar aos Playoff's, para um agora candidato ao título, era algo impensável, como ele mesmo declarou diversas vezes ao explicar seus sentimentos sobre a troca. E seu jogo está refletindo o entusiasmo. Gasol vêm com médias de 20.5 pontos, 8.3 rebotes e está convertendo 64.5% de seus arremessos, números expressivos e melhores do que em sua época em Memphis. O mais impressionante em tudo isso, por incrível que pareça, não são essas médias, e sim, a forma com que Pau se enquadrou no esquema ofensivo do Lakers. "É um grande sistema de jogo para mim", disse o espanhol. "Estou muito confortável nele. Tem muita movimentação de bola, bastante corta-luzes".

    Kobe Bryant já foi muito criticado por não envolver seus companheiros de equipe no ataque, mas, com Gasol, a química está sendo a melhor possível. "Ele tem muitas qualidades, na quadra e fora dela", disse Pau. "Eu simplismente adoro jogar com ele", ressaltou o pivô espanhol. A volta de Andrew Bynum fará com que ele saia da posição de pivô e vá provavelmente para a ala de força, algo que, para quem se adaptou rapidamente ao complicado sistema de triângulos, não parece que será um problema.

    Coby Karl, armador novato, reserva no Lakers, foi enviado para a D-League, informou o gerente geral Mitch Kupchak. Pelos D-Fenders, ele vinha com médias de 18.3 pontos e 5.8 rebotes em 10 partidas. Boa sorte à Karl e que ele possa acumular mais experiência para defender o L.A. no futuro. GO LAKERS GO!!

    Fala aí!