Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O Lakers é primeiro lugar no Oeste. Motivos para comemorar? Sim. Para sentar e aproveitar o bom momento? Não. Na Conferência Oeste hoje, não há tempo para isso. O San Antonio Spurs está muito perto e outros cinco times estão apenas 3 jogos atrás do L.A. São oito times com aproveitamento de mais de 60% de vitórias, o que deixa claro que não há tempo para pensar. O que interessa é ganhar.

    "Nós não sentimos que já chegamos ou que nosso trabalho está feito", disse o veterano Derek Fisher. "Estamos com o pensamento que temos muito ainda à provar, mais para nós do que para as pessoas ou outros times", revelou Fisher. Faltam 26 jogos para o fim da temporada e no geral, o Lakers tem o 3º melhor recorde em toda a NBA, somente atrás de Celtics e Pistons.

    E falar em lugar garantido tanto nos Playoff's como em primeiro colocado não faz parte do discurso de Derek. "Nós não estamos lá ainda. Você pode perder dois jogos e cair para a quinta posição no Oeste e então todos estarão questionando se você vai ou não para os Playoff's, porque as coisas mudam muito rápido. O que fizemos bem neste campeonato foi encarar uma semana de cada vez, ou um passo, e isso nos ajudou", revelou o experiente armador.

    Nem as contusões atrapalharam o time nos últimos jogos. Vladimir Radmanovic teve uma contusão e ficou de fora do jogo contra o Sonics, mas sua lesão não é considerada grave. Já Andrew Bynum continua se recuperando bem, mas não tem uma data certa para voltar. Muitos acreditam que ele retorna só na segunda metade do mês de março. "Não há pressão para que eu volte", disse Andrew. Eu quero voltar definitivamente e 100%. É o que planejo fazer, não importa o quanto dure. Eu acho que poderei cumprir o período determinado para recuperação (8 semanas), mas não vou forçar", disse o pivô sensação do L.A.

    Para Phil Jackson, não há com que se preocupar, já que outros jogadores estão dando conta do recado. "Kobe, Lamar e Fisher estão realizando um grande trabalho liderando este time, fazendo a coisa certa, trazendo Gasol para o ataque e o acomodando", disse o Mestre Zen. "Nosso banco está dando suporte, sabem do desafio. Nós temos muitos times veteranos nesta conferência", analisou Jackson, que depois revelou que o time se reuniu para uma conversa sobre a atual situação. "Eu não acho que foi nada de alarmante. Mas sentamos juntos como um grupo esta manhã e conversamos sobre essas coisas, sobre como estar mentalmente preparado e fisicamente também", disse Phil.

    A jornada no próximo mês será difícil, afinal, o Lakers irá enfrentar New Orleans, Houston, Dallas e Utah, todos lutando por vagas nos Playoff's. "Desde que cheguei nesta Liga, o Lakers é sempre o alvo", disse Lamar Odom. "É claro que, com Kobe e agora Gasol, eu acho que este alvo ficou bem maior", analisou Lamar. E ele está certo, é Lakers contra todos. GO LAKERS GO!!

    Fala aí!