Espalhe!
  • Bate Papo 0
    A magnífica vitória sobre o Phoenix Suns na noite de ontem no Arizona deixou uma mensagem única para todos os times da NBA. O Lakers é real e vem para ganhar o título. Kobe Bryant é um fortíssimo candidato à MVP e Pau Gasol realmente se encaixou bem. Mesmo sem Bynum, Ariza e Mihm, o L.A dominou praticamente o jogo todo e assumiu a liderança da divisão do Pacífico.

    O equilíbrio dentro da partida fez com que cada lance fosse decisivo, e, nesses momentos, quem tem Kobe Bryant sempre está um passo à frente. A estrela maior da NBA provou seu status com uma partida impecável e completa, tocos, roubadas de bola, cestas quando o time mais precisava, passes certeiros, enfim, algo que só Mr. Bryant é capaz. Kobe ainda registrou seu 90º jogo na carreira onde anotou mais de 40 pontos. "Ele é o melhor jogador da Liga", disse o ex-desafeto Shaquille O'neal. "Ele realmente é. Venho dizendo isso desde que jogava com ele. É um jogador fabuloso", reconheceu o novo pivô do Suns. Shaq fez uma boa partida se levarmos em consideração sua atual condição física e desentrosamento, e falou sobre sua nova função, longe dos holofotes de antigamente. "É algo que aceito", disse O'neal. "Sou sortudo o bastante por ter vivido nos dois mundos. O mundo normal e o mundo do super-herói", analisou Shaq.

    Tudo no ginásio lembrava uma partida de Playoff's. Não é novidade que, para o torcedor do Suns, o maior rival é o Lakers. Independente da situação, é preciso ganhar do L.A. "A energia no ginásio foi familiar. Uma sensação de jogo de Playoff", disse Kobe Bryant, para depois completar: "Nossa confiança é naturalmente alta", revelou o astro do Lakers. Tão importante quanto a vitória foi o fato de que, o L.A venceu a série de jogos contra o Suns na temporada regular, 3 à 1, e Phil Jackson explicou o porque isso era necessário. "Nós agora temos a vantagem pois será uma disputa apertada", alertou o técnico do Lakers. Se os dois times terminarem empatados, o Los Angeles fica à frente do Phoenix no desempate por este quesito, confronto direto.

    Pelo lado do Suns, sobraram explicações, mais em tom de frustração pelo momento e esperança de que Shaq melhore a cada dia. "Eu estava em uma melhor condição do que pensava", disse O'neal. "Mais alguns dias de treinamentos e estarei bem. No geral, jogamos bem. Vejo a gente indo longe jogando desta forma", analisou o pivô. Já o técnico do Phoenix, preferiu reconhecer a superioridade do L.A. "Você tem que dar créditos à eles", disse D'antoni sobre o Lakers. "Eles vão ser muito bons e nós precisamos ser melhores, especialmente na defesa", analisou o Mike. "Eu acho que todo mundo estava ansioso para o jogo e perdê-lo é difícil", disse Steve Nash. "Mas eu penso que, se você analisar com calma, é encourajador. Achei que Shaquille foi bem, e penso que as possibilidades são muito boas", revelou o comandante do Suns.

    Não podemos deixar de registrar que, além de Kobe, Lamar Odom e Pau Gasol fizeram uma partida impecável, Sasha Vujacic segue saindo muito bem do banco e foi importantíssimo no final da partida, marcando ferozmente Leandro Barbosa. Mas, no final, tudo se resume à Kobe Bryant. Mesmo contundido, Kobe dá o exemplo de liderança e perseverança. Nota-se o nível de comprometimento e confiança em suas palavras. Antes do jogo, Bryant deu o tom do pensamento que os jogadores devem ter numa partida como esta. "Saiba que você pode vencer, não pense que pode vencer. Somos um bom time. Venham aqui com este tipo de confiança", disse o astro do Lakers à seus companheiros de time antes do jogo. Para explicar suas jogadas no final da partida, Kobe reconheceu o talento do time. "Nossa confiança vem do fato que podemos nos ajustar de jogada a jogada, quarto para quarto. Eu fiz algumas jogadas no final porque agora meus companheiros de time são uma ameaça ao adversário", analisou Kobe.

    Ao ser questionado sobre mais uma versão de "Kobe vs Shaq", Kobe declarou rapidamente que não tem mais este tipo de situação, que eles já jogaram um contra o outro em All-Star Game, jogos de temporada regular, já jogaram juntos e que este assunto está encerrado. Já sobre seu time, Kobe deu uma declaração interessante: "É o melhor time de que participo em um bom tempo, mas também fiz parte de um time que conquistou três títulos", disse Bryant. "Eu acho que o grupo de jogadores que temos aqui, em termos de juventude, envergadura, habilidade atlética e versatilidade é muito especial. Todo mundo na quadra é criador de jogadas. Todos se ajudam e isso é algo novo para nós", finalizou Kobe. GO LAKERS GO!!



    Fala aí!