Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Pode parecer pessimista, mas este é o pensamento do Lakers, apesar de ser o objetivo principal da equipe. Antigamente, a primeira posição era sinônimo de dominância, um time temido e respeitado, e praticamente com passaporte garantido às Finais. Hoje, com a acirrada competição no Oeste, ela só garante a vantagem de disputar o 7º jogo em casa, caso ele aconteça. Se o time classificado nesta posição vai chegar à decisão, ninguém pode prever, ao contrário de anos anteriores.

    Tudo bem, podemos até citar o exemplo do ano passado, quando o Dallas Mavericks acabou sucumbindo frente ao Golden State Warriors na 1ª fase. Antigamente, este era um feito praticamente impossível, mas, hoje em dia, tudo pode acontecer. Phil Jackson, técnico do Lakers, fez uma análise interessante sobre este assunto. "Ocorre uma grande sensação de prestígio quando se termina em primeiro lugar após 82 partidas", disse o Mestre Zen. "Mas é simples assim, isso não garante nada nos Playoff's, apenas a posição. E se conhecemos o Oeste, pode ser um convite à decepção. Este ano, há uma boa probabilidade de isto acontecer", disse ele, sobre ser eliminado por um time tão forte quanto, mas pior colocado.

    O Lakers estava empatado com o New Orleans na 1ª posição (o Hornets venceu a partida contra o Nets hoje e se isolou no topo do Oeste), da Conferência, e enfrentou por dois jogos consecutivos o time do Golden State, vencendo um e perdendo outro confronto, os dois jogos disputados com extrema dificuldade. Atualmente, o time de Don Nelson é o 8º colocado no Oeste. Estaria Phil preocupado com um possível confronto? "Penso que com o elenco que teremos nos Playoff's, se Deus quiser, seremos capazes de realizar algumas variações táticas que gostamos de fazer para jogarmos do nosso jeito, seja contra times mais rápidos, mais altos ou mais fortes", analisou ele. E sobre jogar em casa? "Não sentimos que temos alguma vantagem no mando de quadra", disse surpreendentemente Phil. "Temos um tipo comum de quadra na NBA. Nós a dividimos com o Clippers. Todos jogam lá além do normal. É aquele tipo de quadra que os adversários se acostumam a jogar", revelou Jackson.

    O Lakers pode não ter uma quadra temida pelos oponentes, mas tem um jogador que provoca calafrios quando aparece com o número 24 estampado em sua camiseta. Se continuar com o desempenho mostrado até aqui, Kobe Bryant deve ser coroado, e com justiça, o MVP desta temporada. Com a palavra, o técnico Don Nelson, do Warriors. "Ele é o melhor dos melhores, e merece o prêmio mais do que todos os outros, e espero que consiga", disse ele. "É um jogador maravilhoso, faz todos a sua volta melhores, não há nada que ele não faça. É um jogador sensacional", analisou Nelson. E você leitor, o que pensa de tudo isso? Concorda com Phil Jackson e acha que jogar no Staples não tem o mesmo fator que tem para o Jazz, por exemplo, jogar em seu ginásio? Concorda com Don Nelson em sua análise sobre Kobe? COMENTE!!! GO LAKERS GO!!!

    Fala aí!