Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Utah Jazz, 19 vitórias seguidas jogando em casa. Los Angeles Lakers, sem seus principais pivôs jogando fora de casa. Fácil, virória do Utah. Pois é, não foi bem assim. Com uma atuação muito boa, o Lakers colocou fim em mais uma seqüência que estava em andamento na liga. Com a vitória, o time volta a assumir a liderança isolada da conferência Oeste.

    Logo no começo Derek Fisher deu as boas vindas ao seu antigo time acertando uma bola de três. E não só ele, mas como todo o Lakers entrou disposto a conquistar mais uma vitória. O time jogava muito bem coletivamente e Kobe não precisava se sobrecarregar na pontuação. Com todo esse envolvente jogo, o time visitante abriu 20 a 7 logo nos primeiros 6 minutos de jogo. Fisher mostrava mais uma vez sua importância na parte defensiva e fazia boa marcação em Deron Williams. Após bela seqüência de arremessos, o Lakers venceu o primeiro quarto por incríveis 38 a 18.

    Com reservas em quadra no segundo quarto, o rítmo não decaiu. Jordan Farmar e Sasha Vujacic entraram muito bem no jogo e faziam seus pontos. Okur tentava descontar com arremessos de três, mas o Lakers tinha a resposta e não deixava o time da casa embalar. Mas com uma melhor aparição de Andrei Kirilenko e Carlos Boozer, o Utah conseguia diminuir um pouco a diferença. Mas era algo teoricamente normal, pois não seria fácil desbancar o rival que jogava em casa. Mesmo assim o time do Lakers conseguia controlar bem a reação adversária e perdeu o segundo quarto por apenas cinco pontos.

    No começo do terceiro quarto, o jogo ficou um pouco mais morno e as equipes erravam um pouco mais, até em função de defesas um pouco mais agressivas. O Lakers jogava mais na base de arremessos um pouco mais longos, mas não decepcionava, mesmo com Okur continuando a acertar arremessos de três. O time do Utah era um pouco mais constante do que o Lakers, mas nada que ameaçasse muito a vantagem do Lakers, que não chegava a baixar dos dez pontos. Com isso, o Jazz venceu o terceiro período por 24 a 21 e a vantagem ainda era de 12 para o time do Lakers.

    O último período foi o mais disputado de todos, e o placar sempre rodava em torno dos doze pontos iniciais. Mais uma vez Jordan Farmar e Vujacic apareceram bem e acertavam arremessos de três pontos, algo que continha bastante a reação do adversário. E quando o Utah Jazz estava um pouco melhor no jogo, Bryant apareceu bem para brecar qualquer tentativa de reação dos donos da casa. Sem perspectiva de vitória por parte do Jazz, o jogo foi facilmente administrado pelo Lakers até se encerrar em 106 a 95.

    Foi uma vitória bastante convincente por parte do Lakers, que construiu o placar no primeiro quarto, mas que, diferente do jogo contra o Mavs, soube administrá-lo com perfeição, sem chegar a sofrer ameaças. Bryant mais uma vez fez um grande jogo, terminando com 27 pontos, 8 rebotes e 7 assistências. Mas desta vez o astro recebeu bastante ajuda, e mais cinco jogadores fizeram mais de 10 pontos.

    Lakers:

    Kobe Bryant - 27 pontos, 8 rebotes, 7 assistências
    Lamar Odom - 21 pontos, 12 rebotes, 6 assistências
    Vladimir Radmanovic - 13 pontos
    Derek Fisher, Jordan Farmar e Sasha Vujacic - 11 pontos cada.

    Jazz:

    Deron Williams - 26 pontos, 7 rebotes, 12 assistências
    Carlos Boozer - 23 pontos, 15 rebotes.

    Fala aí!