Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O Los Angeles Lakers enfrenta hoje o Dallas Mavericks no Texas não apenas por uma vitória. O jogo também significa a reconquista do bom momento que ficou para trás, após as decepcionantes derrotas para o Hornets e Rockets. A partida de hoje também marca um desafio para os jogadores. Serão eles capazes de atuar em alto nível e vencer confrontos decisivos com as ausências de Bynum e Gasol?

    Um bom exemplo deste tipo de esforço pode ser encontrado no rival do último jogo, o Houston Rockets, que perdeu seu pivô Yao Ming e segue nos caminhos da vitória mesmo assim. E não pense que somente o Lakers tem desafios pela frente. O Dallas, adversário de hoje à noite, também não vence um time dos considerados aspirantes ao título do Oeste desde janeiro. A recente sequência de cinco vitórias veio contra times com recordes negativos, algo que encoraja pelo número de partidas vencidas, mas não pela dificuldade encontrada. Desde que adquiriu Jason Kidd, o Mavericks venceu todos os jogos contra times que tem mais derrotas que vitórias, mas perdeu todos os cinco restantes contra times que estão em posições de Playoff's na classificação.

    E os jogadores do Dallas estão confiantes. "Sentimos que, em casa, estamos preparados", disse Dirk, afinal, o Dallas é um dos melhores times da NBA quando atua em seus domínios. "Eu queria colocar este time numa posição onde conseguisse um bom momento. As coisas podem mudar muito na Conferência Oeste nas próximas semanas", prevê o técnico Avery Johnson. Além da preocupação em conseguir uma sequência de vitórias, Johnson também espera dificuldades em marcar Kobe Bryant, que sempre tem boas atuações ofensivas contra seu time. Ele analisou a partida contra o Houston e notou que Kobe só foi a linha de lance livre 4 vezes naquele jogo, algo que ele não pode evitar no confronto anterior entre as equipes, quando Bryant cobrou 27. "Você não pode permitir ele ir a linha de lance livre 27 vezes. Contra o Houston, ele arremessou apenas 4, se ele arremessar 27, provavelmente eles ganham o jogo, certo? Sendo assim, temos que fazer um melhor trabalho defensivo para evitar faltas", deu a receita Avery.

    Para Kobe, a estratégia dos adversários para pará-lo está clara, então, o time deve fazer o mesmo com os seus oponentes. "Os times, obviamente, irão bloquear a entrada do garrafão, um tipo de defesa que já vimos contra nós no passado", disse ele. "O que temos que fazer é nos concentrarmos mais na nossa defesa. Eu terei que fazer um trabalho melhor", disse Kobe. O time ainda não conta com Pau Gasol para este confronto, apesar do inchaço no local já ter diminuído. "Ele diminuiu um pouco", disse Jackson sobre o inchaço. "É um sinal positivo. Mas um passo de cada vez", disse ele. Andrew Bynum continua correndo na nova esteira e segundo John Black, porta-voz do Lakers, não houve ainda nenhuma reação adversa e ele segue o tratamento. Trevor Ariza por sua vez, realizou alguns exames que mostraram que seu osso fraturado e já operado segue cicatrizando, o que é ótimo pois ele não precisa mais usar a bota protetora em seu pé direito. Mas como seu caso é mais grave, Jackson já adiantou que ele não vai voltar, pelo menos até o início dos Playoff's. Chris Mihm deve retornar aos treinos na segunda-feira, mas não fará esforços físicos acentuados.

    Não percam o jogo de hoje às 21:30hs, comentem, troquem informações, assistam e torçam para o Lakers vencer o time de Mark Cuban!! GO LAKERS GO!!

    Fala aí!