Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    jackson_analisa_time Praticamente todos que assistiram as últimas partidas do Lakers ficaram com uma sensação de que algo está faltando para a equipe. Muitos diriam defesa, alguns energia e por aí em diante. Claramente, o empenho não é o mesmo da última corrida de dez vitórias seguidas que a equipe teve no mês passado.

    O Lakers venceu 4 de suas últimas 6 partidas, mas, nestas vitórias, foi feito um enorme esforço para alcançá-las. E elas não tem sido convincentes como as que aconteciam no mês passado. "Os times passam por bons e maus momentos", disse o técnico Phil Jackson. "Eu acho que estamos arremessando muito bem, mas, nosso nível de atividade está baixo. Alguns de nossos jogadores parecem cansados, com as pernas fracas", analisou Jackson. "Isso geralmente acontece em março devido a quantidade de jogos que já se disputou", tentou explicar o Mestre Zen.

    Devido à estes fatores, o time não irá treinar antes do vôo que fará com destino à New Orleans no início da viagem de 4 jogos fora de casa que começa contra o Hornets. Depois, será hora de encarar o Houston no domingo, Dallas na terça e Utah no dia 20. Fazendo uma rápida análise nesta tabela de jogos já é possível identificar que não haverá descanso ou confronto fácil, e, só para piorar, no retorno à Los Angeles, o time encara o Sonics um dia após pegar o Jazz. "De certo modo, irá nos mostrar o quão competitivos somos", disse Phil em relação à viagem. "Mas, em compensação, não irá nos dizer muito se não jogarmos no nível de competitividade que estamos acostumados", explicou Jackson. O retorno de Andrew Bynum também é algo que intriga à todos no Lakers e na Liga. Como vai se comportar este time quando estiver completo, ainda com o retorno do polivalente Trevor Ariza? "Eu o vi enterrando a bola algumas vezes, o que me surpreendeu", disse Phil Jackson sobre Andrew Bynum. "Ele também arremessou, mas, estávamos ocupados na quadra". Neste momento, um repórter de televisão já estava aproveitando para perguntar se, pelo que viu, quando Jackson espera que Andrew retorne, e, prontamente foi interrompido por Phil, que disse: "Eu não sei, e não use esta palavra "espera". Não há nenhuma ansiedade nesta situação. Estamos esperançosos, é isso", disse Phil.

    Kobe Bryant continua jogando sentindo dores, e isso se agrava quando ele é atingido durante os jogos. Ele disse que no jogo contra o Raptors houve uma batida no local. "Fui atingido em cheio", disse ele. "Ele doeu por uns cinco minutos e depois a dor foi embora. Você tem que se acostumar com isso", declarou Bryant.

    GO LAKERS GO!!

    Fala aí!