Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Enquanto o Lakers espera o retorno de Pau Gasol, quem vem carregando o piano é Lamar Odom. Pau não evoluiu o bastante para participar do treino de terça-feira, o que pode atrasar seu retorno para domingo. Ele ainda tem dores e um certo inchaço no tornozelo, então, o técnico Phil Jackson preferiu não colocar uma possível data para retorno.

    "Ele não melhorou nada entre sábado e hoje", disse o Mestre Zen. O Lakers esperava que Gasol já pudesse treinar na terça, para ficar a disposição do técnico nos jogos contra o Charlotte e Memphis. Se não poderá enfrentar o Bobcats, que tal um retorno contra seu ex-time na sexta, o Grizzlies? "Tenho certeza que ele gostaria de enfrentar o Memphis, mas não sei se isso será possível", revelou Jackson. O Lakers enfrenta o Wizards no domingo, já para este jogo, a probabilidade de Pau atuar é bem maior.

    Enquanto Gasol fica de fora, quem faz o serviço no garrafão é Lamar Odom. Durante a ausência do pivô espanhol, ele vem anotando dígitos duplos em pontos e rebotes numa sequência. Desde 1995 que não acontecia de um jogador do Lakers conseguir pelo menos 20 pontos e 20 rebotes por duas partidas consecutivas. O último feito assim foi de Vlade Divac. "Nós temos que vencer para continuar no topo desta corrida maluca, sendo assim, estou preparado para fazer o que for preciso para que meu time saia com a vitória", disse o esforçado Lamar. Ele vem com médias de 18.6 pontos, 16.8 rebotes, 4.2 assistências e 2.0 bloqueios nos últimos 5 jogos. "Isso é tudo que esperávamos dele desde que chegou aqui", disse Kobe Bryant. "Eu acho que agora ele está mais confortável, entende a ofensiva e está jogando com maior confiança", analisou o astro do L.A.

    A determinação de Lamar é tanta que ele pediu para Phil Jackson deixá-lo no jogo contra o Warriors. Ele acabou atuando a partida toda, ou seja, 53 minutos. "Senti que estava ajudando a bloquear e alterar os arremessos dos jogadores adversários", disse ele. "Protegendo a bola, pegando rebotes, dessa forma eu sei que posso ajudar. Também estava confiante nos meus arremessos, sendo assim, queria ficar na quadra. Sou pago para isso", disse Odom. E nós esperamos que ele continue assim! GO LAKERS GO!!!

    Fala aí!