Espalhe!
  • Bate Papo 0
    A batalha pela primeira posição do Oeste continua! Em um jogo digno da grande expectativa que o cercava, Lakers e Hornets fizeram uma verdadeira batalha. Kobe Bryant deu mais um prova de porque merece ser o MVP da temporada e liderou o Lakers nos momentos difíceis. Com o resultado de hoje, o Lakers se iguala ao Hornets em número de vitórias, porém continua com uma derrota a mais. Além disso, o time garantiu o título da divisão do Pacífico.

    Querendo vencer de qualquer maneira, o Lakers começou o jogo de forma arrasadora. Com excessão de Radmanovic, todos os titulares do Lakers apareciam para pontuar. No setor defensivo, o time ia melhor ainda, conseguindo anular o forte ataque do Hornets, que via Stojakovic e Chandler como melhores opções, uma vez que Chris Paul estava sendo muito bem marcado por Fisher. Depois de ver Fisher, Odom e Gasol aparecerem bem nos minutos iniciais do jogo, Kobe também resolveu começar a aparecer mais e, com duas bolas de três convertidas perto do final do primeiro quarto, conseguiu elevar a diferença para incríveis 19 pontos ao término do primeiro período.

    Sasha Vujacic logo no primeiro arremesso do segundo quarto já acertou uma bola de três, mostrando que o Lakers queria tentar decidir rapidamente. E a tática parecia dar certo, onde o Hornets continuava sem se achar no jogo, com seus principais jogadores um pouco apagados. Sem reduzir o rítmo, o Lakers conseguiu abrir 30 pontos de vantagem quando faltavam 3:53 minutos para o fim do período. O time de New Orleans, no entanto, foi melhor nos minutos finais. Com Paul aparecendo pela primeira vez no jogo, o time conseguiu tirar 10 pontos da diferença e foi para o vestiário perdendo por 65 a 45.

    O time visitante parece ter tomado uma sacudida no vestiário e voltou bem melhor para o terceiro quarto. Paul e Chandler entraram definitivamente para o jogo e começaram a complicar um jogo que parecia fácil para o Lakers. Com minutos jogados no terceiro quarto, a vantagem já era de apenas 10 pontos. Pelo Lakers, Fisher era o único que acertava os arremessos. Depois de sete pontos seguidos, o Hornets voltou de vez para o jogo, que apartir de então tornou-se muito equilibrado e emocionante. Quando o Lakers vencia por apenas quatro pontos, Bryant apareceu para dar uma pequena traquilizada. Dessa forma, o time conseguiu levar sete pontos para o último quarto da partida.

    E não poderia ser diferente. O jogo parecia ser uma verdadeira partida de Playoff´s. Kobe chamava a responsabilidade para si e, quando não fazia pontos, conseguia posicionar bem os seus companheiros de equipe. Do outro lado, um velho conhecido do Lakers mais uma vez infernizava a vida de todos do lado do Los Angeles. Peja Stojakovic, assim como nos tempos de Kings, acertava várias bolas de três pontos que não deixavam o Lakers tentar abrir uma diferença. Kobe continuava achando bem os jogadores melhores posicionados para arremessar, e com isso o Lakers não deixava o Hornets encostar mais. Kobe ainda protagonizou uma jogada sensácional, enterrando a bola como se estivesse num campeonato de enterradas. E desse jeito, com o MVP inspirado, a vitória ficou mesmo com o Lakers, com 107 a 104 para o time da casa.

    Los Angeles Lakers:

    Kobe Bryant - 29 pontos, 10 rebotes e 8 assistências
    Pau Gasol - 25 pontos, 6 rebotes.
    Lamar Odom - 13 pontos, 16 rebotes.
    Derek Fisher - 15 pontos, 6 assistências.

    New Orleans Hornets

    Chris Paul - 15 pontos, 17 assistências
    Peja Stojakovic - 24 pontos.
    Tyson Chandler - 18 pontos.

    CONFIRA ABAIXO UMA ENTERRADA SENSACIONAL DE KOBE NO JOGO. ENTERRADA DO ANO?


    Fala aí!