Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    lakers_E_campeAo_do_oeste Quatro anos depois de ter perdido a final da NBA em 2004 para o Detroit Pistons, o Los Angeles Lakers é CAMPEÃO DA CONFERÊNCIA OESTE DA NBA e está de volta a uma decisão da liga de basquete norte-americana. Apesar de dar um grande susto em seus torcedores no primeiro quarto, o time reagiu e jogou de forma absolutamente IMPECÁVEL para eliminar o atual campeão da NBA em quatro jogos a um. Agora, o time do Lakers aguarda o campeão do Leste, que tem neste momento o Boston Celtics em vantagem de três jogos a dois contra o Detroit, para saber quem enfrentará na decisão.

    Definitivamente as coisas não seriam fáceis para o Lakers. Precisando da vitória de qualquer maneira, o San Antonio Spurs partiu com tudo para cima do Lakers no começo da partida. Sem tomar conhecimento que estavam no Staples Center, Tim Duncan, Tony Parker e Michael Finley começaram o jogo a todo vapor. No começo o Lakers até que conteve bem o impulso inicial do time, contando para isso com aparições de Odom, Bryant e Radmanovic. O Spurs porém estava melhor no jogo e passou a abrir vantagem. Finley, que não tinha ido tão bem nos outros jogos, desequilibrava para o lado do time texano e, com uma ajuda de Ginóbili, o San Antonio venceu o primeiro quarto por incríveis 28 a 15.

    E no começo do segundo quarto parecia que o jogo seis se aproximava, depois de o Spurs elevar a vantagem para 17 pontos. Após um pedido de tempo, porém, Jordan Farmar mostrou aos críticos que ele é sim um bom jogador. O jovem armador do Lakers, em sua segunda temporada, fez seis pontos seguidos para levar o Staples ao delírio e energizar o resto do time, que a partir dai seguiu o embalo do jovem armador. O time passou a mostrar aquela defesa eficiente que todos estavam esperando e no ataque, o MVP mostrou seu poder. Com a ajuda de Fisher e Odom no final, o Lakers venceu o segundo quarto por 27 a 20 e foi para o intervalo perdendo por apenas seis pontos, mas com toda a energia possível.

    E o jogo que se iniciou como um sonho para o Spurs, aos poucos foi virando um pesadelo, o pesadelo da eliminação. O time até começou melhor o terceiro quarto, abrindo novamente dez pontos no jogo. Mas a determinação, a defesa e o poder do MVP foram pesando para o lado do Los Angeles. O ataque titular do Lakers funcionava e a defesa continuava impecável. Assim, não tinha como o Spurs resistir e, após cinco pontos seguidos de Bryant, o Lakers passava a frente pela primeira vez desde que fez 2 a 0 no começo da partida. O Spurs ainda retomou a liderança, antes de Radmonovic acertar uma bola de três e deixar o Lakers um ponto na frente para o início do quarto quarto.

    Se Popovich esperava os reservas em quadra no começo do quarto final, errou e viu o Lakers começar o período com Gasol e Bryant em quadra. E logo de cara o MVP acertou uma bola de três para enlouquecer os torcedores no Staples Center. O que se viu então foi um time extremamente determinado e com isso, seria impossível para o Spurs parar o Lakers. Bryant e Gasol eram os titulares em quadra, mas os reservas também ajudaram, e muito. Walton e Vujacic acertaram uma bola de três cada um, e Farmar fez uma bela bandeja para animar ainda mais o time da casa. Com Bryant determinado então, não havia mais riscos. Se alguém errava, estava lá Gasol para dominar os rebotes. Era demais para o Spurs, que no desespero viu Duncan tentando arremesso de três. Nada podia ser feito, o Lakers estava na final. Fim de jogo, 100 a 92, com uma bola de três de Vujacic no último segundo para mais delírio do público.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter