Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    lakers_vence_e_abre_vantagem Jogando em San Antonio, no AT&T Center, o time do Los Angeles Lakers mostrou uma grande maturidade depois da sofrida derrota no último domingo, dominou o jogo todo e, apesar de um susto no final, conseguiu sair vitorioso do duelo. O trio do Lakers mais uma vez teve grande importânci no resultado do jogo. Agora, com a vitória, o time do Lakers abre três jogos a um na série melhor de sete, podendo fechá-la na próxima quinta-feira, quanto jogará em Los Angeles, no Staples Center.

    A partida começou novamente de forma equilibrada. No entanto, logo no começo o time do Lakers já passou a tomar a iniciativa do duelo. Os titulares contribuiem de forma satisfatória no ataque e, mostrando uma defesa mais apertada, fazia com que o Spurs forçasse alguns arremessos, resultando em erros da equipe do Texas. Assim, o Lakers chegou a liderar por 22 a 8. Vendo as coisas ficarem complicadas, o Spurs reagiu na partida, conseguindo levar vantagem no final do primeiro período. Para isso, Tim Duncan e Tony Parker eram os principais nomes do time da casa. Errando um pouco no fim, o Lakers permitiu que o San Antonio encostasse no jogo, com o primeiro quarto acabando em 28 a 23 para o Lakers.

    A partir de então, as coisas se equilibraram de vez. O San Antonio, assim como fez no jogo 3, partiu para cima do Lakers no segundo quarto. Desta vez, porém, o Los Angeles estava mais focado na partida e, mesmo com alguns reservas em quadra, não deixou o rítmo do jogo cair. Luke Walton e Ronny Turiaf entram em quadra e ajudaram o time com alguns pontos. Mas uma boa surpresa estava entre os titulares. O ala Vladimir Radmanovic, não tão visado pela defesa adversária, apareceu como fator surpresa para o time, ajudando a manter o Lakers na dianteir da partida. Pelo lado do Spurs, foi um jogador do banco de resever quem mais contribuia no segundo quarto. Brent Barry entrou no jogo com a mão calibrada e assim não deixava o Lakers se distanciar. Melhor no final, o Lakers conseguiu levar seis pontos de vantagem para o segundo tempo.

    No terceiro quarto, as coisas seguiram parecidas com o que havia sido no segundo período. O jogo era bastante equilivrado de modo que o Lakers não conseguia abrir mais vantagem mas o Spurs não conseguia passar a frente. Desta vez, porém, os titulares tiveram uma participação mais importante, principalmente com Bryant, Fisher e Odom. As defesas eram bastante fortes e, assim, as equipes encontravam muitas dificuldades para pontuar. Faltando 1:31 minutos para o fim do terceiro quarto, o Spurs perdia por apenas um ponto. O que eles não esperavam, porém, é que após Bryant fazer dois pontos, Sasha Vujacic converteu um arremesso de três e ainda sofreu a falta, convertendo assim uma jogada de quatro pontos, que fez com que o Lakers abrisse sete pontos de vantagem para o último quarto.

    Como vem sendo durante esses playoff's, o Lakers começou o último quarto com os reservas em quadra. Se aproveitando disso, o Spurs conseguiu fazer cinco pontos sem resposta do Lakers, obrigando Phil Jackson a pedir um tempo. Voltando para quadra com os titulares, foi a vez do ala Lamar Odom se destacar. Após cometer a sua quinta falta na partida, o ala chamou a responsabilidade e ajudou o Lakers a abrir nove pontos de vantagem. Convertendo cada um uma bola de três, Barry e Ginóbili colocaram o Spurs novamente no jogo. Contando com dois lances-livres errados de Pau Gasol, o Spurs reduziu a diferença apara míseros dois pontos. Muito forte na defesa, o time da casa conseguiu com que o Lakers passasse em branco no ataque, tendo assim a chance da vitória no último arremesso. Só restava defender, e foi isso que o Lakers fez, obrigando Barry a forçar o último arremesso, que não chegou nem a relar no aro. Desse modo, o jogo acabou em 93 a 91 para o Lakers, que abre uma boa vantagem na série.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter