Espalhe!
  • Bate Papo 0
    O peso da franquia está depositado nos ombros de Kobe Bryant, a pressão iniciada desde que os arremessos não caíram no jogo 1.

    Nada que tenha deixado Kobe Bryant sem dormir.

    "Prefiro ter este tipo de pressão neste momento do que ter a pressão de decidir qual roupa de banho usar em Bora Bora," disse ele, sorrindo.

    Bryant estava solto e bem humorado ao falar dos seus 9 acertos em 26 arremessos tentados no jogo 1 contra o Boston, se colocando em um passo com o time sem se sobrecarregar com as responsabilidades para o jogo 2, nesta noite no TD Banknorth Garden.

    Talvez eles estejam ansiosos por que o Celtics não pode garantir a avaliação de Kendrick Perkins ou a efetividade de Paul Pierce, que tentará jogar apesar das dores que sente no joelho.

    Talvez o Lakers tenha Bryant respondendo o seu mal aproveitamento assim como fez no jogo dois contra o Denver, quando fez 49 pontos e 10 assistências.

    Talvez eles saibam que Pau Gasol e Lamar Odom não possam ser mais ineficientes do que foram no jogo1.

    Gasol e Odom tem se preparado para as dúvidas sobre as diferenças físicas entre os times.

    "Queremos ter certeza que estabelecemos uma presença no post e um jogo dentro do garrafão um pouco mais forte," disse Gasol. "Eu acho que isso irá nos ajudar ofensivamente."

    O carro chefe do Lakers, como normalmente, será Bryant. Ele trabalhou um pouco em melhorar seu arco de arremesso, arremessando antes do treino com o assistente técnico do Lakers, Brian Shaw.

    "Apenas arrumar algumas coisas aqui e ali para ver se não posso por a bola na cesta um pouco mais facilmente no jogo desta noite," disse Bryant.

    Ele tem uma importante voz ao seu lado.

    "Ele tem sido uma força imparável neste jogo," disse o técnico do Lakers Phil Jackson. "Ele geralmente não tem dois jogos ruims em sequência. Ele volta e joga melhor. Portanto, acreditamos que vai seguir o padrão."

    Fala aí!