Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    18 de Junho de 2008 por Renato Campos

    Na derrota decisiva, os Lakers têm de lamentar dobrado, depois de uma atuação abaixo do que era esperado. Cestinha da equipe com 22 pontos, Kobe Bryant foi o único jogador dos Lakers a chegar aos dois dígitos três primeiros quartos.

    Derek Fisher, Pau Gasol e Lamar Odom, fundamentais na vitória de domingo, sumiram em quadra. Já os Celtics, no mesmo período tinham 22 pontos de Garnett, 14 de Pierce e Allen, que ficou praticamente um quarto sem jogar, e 13 de Rajon Rondo.

    O jogo - A partida começou com os Lakers tentando manter o mesmo bom aproveitamento no primeiro tempo das duas últimas partidas. Mas desta vez, o jogo ficou centralizado em Bryant, responsável por 11 pontos do time na liderança por 13 a 12.

    Mesmo sem Allen, que começou no quinteto tradicional dos Celtics, mas deixou a quadra pouco depois com problema no olho, a equipe da casa não demorou a reagir. Garnett converteu três cestas consecutivas e o Boston virou para 20 a 18 o marcador.

    Com o apoio da torcida, a equipe fechou o período em 24 a 20, com a defesa abafando as ações de Bryant, que não pontuou mais no quarto inicial. No segundo quarto, a reserva dos Celtics mostrou disposição. James Posey e Ed House foram fundamentais para o time disparar com 43 a 29.

    Sem contar com a produtividade de Bryant, os Lakers tentaram acionar seus outros titulares, que haviam feito um primeiro quarto inexpressivo. Apesar da necessidade de vencer para adiar a decisão, o grupo da Califórnia estava longe de repetir o empenho da partida anterior.

    Com exceção de Bryant, nenhum titular chegou a dois dígitos na pontuação do período. Não por acaso, os Lakers apanharam no período levando mais que o dobro de pontos (34 a 15) e entrando no vestiário em desvantagem por 58 a 35.

    A desarticulação defensiva californiana não foi perdoada por Garnett, cestinha até então com 21 pontos, além de dez rebotes. A diferença passou a 28 (74 a 48) com pouco mais de 4 minutos por jogar sem resposta dos adversários.

    Depois da surra da parcial anterior, os Lakers tentaram reagir. A pontuação melhorou, foram apenas seis pontos a menos na parcial (31 a 25), mas o prejuízo era grande demais e o grupo da casa foi com ampla diferença para o último período (89 a 60).

    No quarto decisivo, o Boston passeou. Com 4min12 para o final, a diferença era de 34 pontos e os titulares, que ganharam um descanso, já começaram a comemorar o título contrastando com a apatia dos titulares dos Lakers, que assistiram ao final da partida do banco.

    Fala aí!