Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    previsoes_a_favor_do_lakers Após a vitória conquistada no jogo de encerramento da temporada regular contra o Utah Jazz, muitos acreditam que o Los Angeles Lakers não terá problemas para vencer outras 4 partidas contra o time de Deron Williams e cia. Apesar de ser uma equipe muito equilibrada e competitiva, o Jazz, segundo alguns especialistas, não teria poder de fogo para combater de igual para igual o L.A.

    Como nenhum jogo foi disputado até agora, muitas previsões são feitas e análises são realizadas. Como classificaríamos então esta superioridade do time californiano? Muito talento? Melhores jogadores? Melhor elenco? Ou simplesmente Kobe Bryant? "Eu simplesmente não vejo o Utah vencendo do Los Angeles numa série de 7 jogos", disse o analista da TNT, Doug Collins. "Talvez o Utah vença uma partida", prevê. O Lakers teve o melhor recorde da Conferência Oeste, com 65 vitórias e 17 derrotas, o Jazz terminou com 48 vitórias e 34 derrotas, e vem com a 8ª posição, tendo perdido cinco das últimas sete partidas.

    Na série entre os times no campeonato, vitória do L.A. por 2 à 1, com média de 13 pontos de vantagem. "Eu acho que o L.A. irá superá-los em cinco ou seis jogos", disse o ex-jogador Ron Harper, que ganhou 2 de seus 5 títulos com o Lakers. Um dos scouts da Conferência Oeste que falou em condição de anonimato devido as políticas internas de seu time, revelou que o Jazz será "um páreo duro", mas que o Lakers venceria. "Eu escolheria o Lakers em seis jogos", disse ele. "Em Utah, será muito difícil". Uma das chaves para vencer o time de Jerry Sloan seria tentar fazê-los sair de seu esquema, algo difícil pois "eles não realizam o arremesso mais fácil, sempre procuram um passe a mais para tentar o chute perto da cesta", completou ele.

    O ataque do Lakers é visto como grande arma na maioria das análises que são feitas, o que podemos notar nas palavras de Ron Harper. "Eles são bons em anotar pontos em uma variedade de situações. Podem marcar com esquema de meia-quadra ou em contra-ataques", analisou ele. Jogador por jogador, talvez a única vantagem do Jazz seja na armação, com Deron Williams. Seu tamanho e habilidade nos pontos e assistências têm sido um problema para o Lakers toda a temporada (média de 22 pontos e 12 assistências nos confrontos entre os times). "Deron Williams é parte essencial desta equipe", disse Doug Collins.

    "Será um desafio que Deron Williams gosta de assumir", disse Rick Fox, analista da FS West TV. "Existe uma razão para que ele consiga tomar conta dos jogos, que é sua forte presença", disse ele, conhecido em sua época pelo jogo físico. "Utah tem um grande armador em Deron Williams", acrescentou Ron Harper. "Você tem que forçá-lo a fazer cestas. Mas se ele conseguir envolver o resto do time, aí eles ficam muito perigosos", revelou ele. Até mesmo Phil Jackson, que não costuma fazer elogios demais à jogadores admite o potencial de Williams. "Ele é muito, muito bom", analisou o Mestre Zen.

    Para Collins, Carlos Boozer e Mehmet Okut não tem a estatura suficiente para encarar Pau Gasol e Andrew Bynum. Okur não jogou a última partida entre as equipes, mas espera-se que esteja pronto quando os Playoff's começarem. "Não estou tão preocupado com Carlos Boozer pois o Lakers tem muita estatura embaixo da cesta", acrescentou Fox, sobre o impacto que pode ter a habilidade de Boozer no garrafão. Outro aspecto abordado nas análises levam em consideração o jogo físico praticado pelo time de Salt Lake City. "Teremos ao menos uma falta técnica por jogo para ambos os times, pois o Jazz joga muito fisicamente", disse o Scout.

    E isto foi o que aconteceu nos três jogos na temporada regular. No jogo de terça, Bryant e Williams sofreram faltas técnicas. "O Utah joga duro e é um time complicado", disse Harper. "O Lakers não pode recuar ou ter medo do jogo físico. Se o Lakers for duro, vencerá esta série", deu a receita o ex-armador do L.A.

    Postem suas análises!! GO LAKERS GO!!!

    Fala aí!