Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    26 de Maio de 2009 postado por Renato Campos

    nuggets_empata_a_serie Depois de perder sua primeira partida diante de sua torcida nas finais da Conferência Oeste da NBA, Denver Nuggets reagiu com grande atuação do brasileiro Nenê para empatar a disputa ao vencer o Lakers por 120 a 101 na noite desta segunda-feira. Desta forma, a série melhor-de-sete volta à igualdade: 2 a 2.

    Assim, os times voltam a se enfrentar em Los Angeles na próxima quarta-feira para definir quem ganhará vantagem. O próximo duelo pode ser decisivo, uma vez que o vencedor do confronto precisará apenas de mais uma vitória para se garantir na grande decisão.

    Dessa vez, o Denver desequilibrou o jogo, o que ainda não havia ocorrido na decisão oeste. Ao invés de duelos equilibrados até o final, como os três primeiros, o anfitrião conseguiu assumir a ponta e abrir boa vantagem, que chegou a ser de 16 pontos ainda durante o primeiro tempo e aumentou ao final do confronto.

    Nem mesmo a grande atuação de Kobe Bryant, responsável por iniciar algumas tentativas de reação, especialmente no último quarto, foi capaz de diminuir o desequilíbrio no confronto. Apesar disso, terminou como o cestinha da partida, com 34 pontos - 19 deles no primeiro tempo -, além de sete rebotes e cinco assistências. Pau Gasol também se destacou ao alcançar, mais uma vez, o double-double: 21 pontos e 10 rebotes.

    Outro a atingir a marca de dois dígitos em mais de um fundamento foi o brasileiro Nenê Hilario, que teve atuação destacada pelos Nuggets. Titular, o jogador fez 14 pontos, com 13 rebotes e seis assistências. J.R. Smith terminou como o maior pontuador do anfitrião, marcando 24.

    No dia da melhor apresentação do Denver, seu principal jogador, Carmelo Anthony, foi coadjuvante. Jogando 'no sacrifício' por conta de uma lesão que causava dores em seu tornozelo, foi para os vestiários antes do final do primeiro tempo e, na etapa final, acabou por poupado durante boa parte do tempo. Terminou com 15 pontos, três rebotes e cinco assistências.

    A atuação consistente do Denver Nuggets não deixou o Lakers encostar no placar. Desde a primeira etapa o time imprimiu ritmo forte, ainda contou com falhas dos jogadores rivais, que não conseguiram pontuar mais do que o anfitrião em nenhum dos quartos. Nos minutos finais, o abatimento caiu sobre o visitante, que, com Kobe Bryant no banco, abusou dos erros e deixou a distância aumentar.

    Fala aí!