Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    07 de Junho de 2009 postado por Renato Campos

    _tenho_muito_ainda_a_mostrar_ Principal nome do Lakers na primeira vitória por 100 a 75 sobre o Orlando Magic - Kobe já vislumbra o quarto título da sua carreira, principalmente após anotar 40 pontos no confronto que fez a sua equipe largar na frente. Foi sua melhor marca em playoffs até aqui. Aos 30 anos e disputando a sua 13ª temporada como profissional, Bryant garante que ainda não há nada que o faça deixar as quadras.

    - Eu não sei o porquê, mas simplesmente continuo amando jogar basquete. Sinto que existe muita coisa para acontecer, ainda tenho o que provar e melhorar - diz ele, que completa 31 anos em agosto próximo. - Estou ótimo fisicamente, e vou continuar enquanto Deus permitir que eu tenha saúde.

    Com um contrato de US$ 23 milhões (cerca de R$ 44,9 milhões) garantido para a próxima temporada, Bryant pode até mudar de ideia, principalmente com a conquista do título sobre o Magic. Há uma cláusula que permite isso, mas poucos acreditam nesta possibilidade. Que o diga o técnico Phil Jackson, o mesmo que comandou o Lakers nas três conquistas seguidas. O treinador, aliás, saiu em defesa do jogador, muitas vezes taxado de egoísta, temperamental e arrogante.

    - É um cara gentil, na verdade - garantiu Jackson em entrevista coletiva na véspera da segunda partida contra o time de Orlando. - No entanto, tem um instinto matador. É alguém que não tem pena dos fracos. Vai para cima sem mostrar piedade.

    Bryant, por sua vez, voltou a ser o jogador de respostas lacônicas ao comentar a declaração de seu técnico. Mas desta vez o clima era de bom humor.

    - Ele está mentindo - garantiu o jogador, MVP da última temporada, rindo e sem dizer qual lado de sua personalidade Jackson realmente acertou.


    A segunda partida acontece neste domingo, 7 de junho, às 22h (de Brasília).

    Fala aí!