Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    derek_fisher_garante_vitOria Los Angeles Lakers e Orlando Magic entraram em quadra nesta noite para a disputa do jogo quatro da grande decisão da NBA com um só pensamento, a vitória. Para o Magic era mais um jogo para se manter vivo na série, enquanto o Lakers buscava a vitória para se aproximar de mais um título da NBA.

    A partida, como nas três anteriores, teve um começo de jogo muito disputado, com o Lakers tentando não deixar o rival tomar conta das ações com seus eficientes arremessos. E nos minutos iniciais, quem liderou a partida foi o Lakers, mas o Magic não deixava barato. O ala Hedo Turkoglu fazia mais uma grande partida e era o destaque da partida. O grande problema do Lakers no primeiro quarto foi mais uma vez as faltas, com Odom, Gasol e Bynum cometendo duas infrações casa neste período. Dessa forma, o Lakers teve que dispor dos serviços de Powell e Mbenga. Mesmo assim, o time conseguiu manter a partida equilibrada e terminou o primeiro quarto perdendo por apenas quatro pontos.

    No entanto, a situação começou a complicar para o time de Los Angeles no segundo período. Vendo o Orlando conseguir converter seus arremessos e encontrando muitas dificuldades para passar pela boa defesa aplicada pelo Magic, o Lakers via a vantagem do rival aos poucos ir aumentando. Muito bem marcado, Kobe viu sua vida complicar. Mesmo assim, o astro do Lakers deu a cara para bater e conseguia atrair muito bem a marcação na tentativa de abrir espaço. Mas com os arremessos longos não caindo para o Lakers, o Magic conseguiu ir para o intervalo com uma boa margem de pontos a frente, com 49 a 37 no marcador.

    Durante o intervalo, Phil Jackson desempenhou muito bem a sua função de treinador. Mostrando toda sua experiência, o treinador conseguiu mudar a atitude de seus jogadores em quadra, em especial, o ala Trevor Ariza. Ex-Magic, Ariza só não ganhou seu nome na manchete porque Fisher fez milagres, mas certamente o camisa três do Lakers foi fundamental. Muito bem na defesa e extremamente preciso no ataque, o ala foi o grande responsável pela fantástica reação do Lakers, que conseguiu reverter uma desvantagem de doze pontos para ir com quatro pontos de vantagem para o que poderia ser o último e decisivo quarto.

    Com a vantagem no marcador, o Lakers parecia soberano na partida, chegando a liderar por seis pontos em determinado momento. Mas em uma final deve-se ter emoção e as coisas não seriam tão simples para o Lakers. Com a boa participação de Turkoglu, Nelson e Pietrus, o Magic não só conseguiu se manter no jogo como conseguiu reassumir a liderança após jogada de três pontos convertida por Pietrus. Depois de se ver três pontos atrás no marcador, o Lakers mais uma vez contou com Ariza, que acertou um incrível tiro de três para empatar o jogo. Em seguida foi a vez de Turkoglu, que com cinco pontos seguidos quase decidiu a partida. Quase, porque o Lakers não desistiu. Depois de bela assistência de Bryant, Gasol deixou o Lakers três pontos atrás. Contando com dois erros de Howard na linha de lance - livre, o Lakers tinha 10.8 segundos para empatar. Foi então que Derek Fisher começou a tirar Ariza da manchete, ao acertar uma fundamental bola de três. Porém o Magic ainda tinha 4.6 segundos para tentar a vitória. A boa defesa do Lakers então dificultou o arremesso e Pietrus não conseguiu converter a cesta da vitória. 87 a 87 no marcador e mais uma prorrogação.

    Na prorrogação, Lewis rapidamente colocou seu time três pontos a frente com um difícil arremesso. Foi então que Bryant apareceu para deixar o Lakers a frente por um ponto. Com a partida empatada em 91, os times viam muitas dificuldades para pontuar. Depois de dois rebotes ofensivos, mais uma vez apareceu a estrela de Fisher, que aproveitou bela assistência de Bryant para colocar o Lakers três pontos a frente. Com uma excelente defesa, o Lakers dificultou os arremessos do Magic, que resultaram por duas vezes em rebotes que ligaram contra-ataques. Ai Gasol decidiu o jogo com duas enterradas, mesmo sendo agredido por Pietrus em uma delas. Final de jogo, Lakers 99, Magic 91.

    Com a vitória, o Lakers abre três jogos a um na grande final e precisa apenas de mais uma vitória para se sagrar mais uma vez campeão da NBA. O primeira chance de garantir o título ainda será em Orlando, em jogo que acontece no próximo domingo. Caso seja necessário, o Lakers ainda terá duas oportunidades de fechar a série em casa, nos jogos seis e sete. GO LAKERS!!!

    Fala aí!