Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    31 de Janeiro de 2016 postado por Renato Campos

    espn_aposta_em_kevin_durant_e_westbook_no_lakers

    A cada jogo que passa, mais nós torcedores do Lakers esperamos a chegada da próxima offseason e saber o que o Lakers tem em mente após a aposentadoria de Kobe Bryant. Alguns torcem para que o time perca o maior número de jogos possíveis para que a chance de uma boa escolha não seja perdida. Já outros, arriscam palpites de quem pode chegar no período de agenciamento livre, e sonham alto. E é dessa forma que o repórter Stephan A. Smith da ESPN enche de esperança o mais sonhador torcedor.

    O rumor do momento é o seguinte (leia com calma e não saia correndo pela casa): Durante um programa de rádio da própria ESPN, Smith teria dito que Kevin Durant realmente vai ser o foco principal da diretoria do Lakers no próximo período de agenciamento. E o pensamento da diretoria é este, porque em 2017 o time tentaria trazer Russell Westbrook para que a dupla do Thunder continuasse jogando junta por lá.

    Vamos começar dizendo que Stephan A. Smith é um cara polêmico e que por diversas vezes o próprio Kevin Durant desmentiu seus rumores. O Lakers tem condições financeiras de tentar convencer Kevin Durant a vir para Los Angeles na próxima temporada, mas imaginar uma arquitetura perfeita para que seu companheiro Westbrook esteja disposto de assinar com o time um ano depois, soa no mínimo bastante prematuro.

    Se imaginarmos que isto realmente possa acontecer, o primeiro ponto que devemos analisar é o quanto irá custar ao Lakers a chegada da dupla à Los Angeles em 2017. Será que Kevin Durant assinaria um contrato de apenas um ano com o Thunder para que possa junto com Westbrook assinar um contrato com o Lakers? Quais seriam as peças que continuariam em Los Angeles para que isto fosse possível e montar junto a dupla, um time competitivo?

    Ainda são rumores bastante distantes, mas se Stephen A. Smith estiver certo, o Lakers vai em pouco tempo voltar a ser um time de ponta da NBA.

    Fala aí!