Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    06 de Março de 2016 postado por Renato Campos

    especialistas_analisam_se_d_angelo_russell_sera_uma_super-estrela

    Toda temporada, especialistas costumam fazer comparações entre os calouros e analisam como eles serão no futuro julgando seu primeiro ano na liga. Quem será melhor, Karl Anthony Tows ou Kristaps Porzings? Será D'Angelo Russell um armador com mais sucesso que Emmanuel Mudiay? 

    Apesar de ter tido um inicio abaixo das espectativas, Russell tem se mostrado muito mais envolvido e aplicado com o jogo após o All-Star Game com médias de 21.4 pontos, 55% de aproveitamento de lances de quadra, 62% de bolas de 3 pontos, 4.8 assistências e 4 rebotes por jogo (estatísticas até o jogo contra o Nuggets).

    Com os números na mesa e com a excelente atuação de 39 pontos durante a semana, os especialistas acreditaram que era a hora ideal para analisar se realmente Russell será o jogador que todos esperam. 

    Em um artigo entitulado, "Será D'Angelo Russell o próximo armador super-estrela da NBA." os insiders Chad Ford e Kevin Pelton, chegaram a uma interessante conclusão.

    Depois de o compararem com Kyrie Irving, Derrick Rose, John Wall e outros armadores draftados até a décima escolha, eles chegaram a conclusão de que "até o momento Russell tem condições de ser um potencial All-Star, mas não necessáriamente uma super-estrela."

    Pelton chegou a dizer que para Russell chegar ao nível de um jogador super-estrela, ele precisaria maximizar seu potencial ao nível de que Kobe Bryant e Russell Westbrook fizeram em seus primeiros anos de carreira.

    Quando os especialistas comentaram sobre suas habilidades e fraquesas, a dupla ressaltou a sua ineficiência defensiva e sua inabilidade de conseguir ir para a linha de lances-livres, fato este balanceado por sua facilidade de arremessos de 3 pontos e criar situações boas de arremesso em geral. 

    Minha maior preocupação ofensiva em relação a Russell é sua inabilidade de conseguir arremessos na linha de lances-livres, o que provavelmente se relaciona a sua falta de atleticismo de um jogador de NBA. Ele tem em médias apenas 2.7 lances-livres por 36 minutos, o que não nada bom para um jogador que arremessa bastante (15.1 arremessos em 36 minutos). Mesmo assim, Russell já se mostra um ótimo arremessador da linha de 3 pontos, o que já nos leva a crer que ele será um jogador de perímetro. 

    A maior habilidade do Russell continua sendo sua facilidade em criar arremessos. Apesar de não ser tão bom defensivamente, Russell é um bom reboteiro para um armador.

    É óbvio que tudo isso é uma análise de dois jornalistas dos primeiros jogos de uma longa carreira de D'Angelo Russell. Nos últimos jogos, percebemos por muitas vezes Russell fazendo jogadas de post, que os próprios jornalistas americanos acabaram comparando com o estilo de Dirk Nowitzki de arremesso. Mas sem dúvida os pontos citados pelos especialistas foram bastante interessantes e Russell deveria aceitá-los como uma crítica construtiva e tentar aprimorar ainda mais o seu jogo.

    O caminho de Russell como um grande armador, está apenas começando.

    Fala aí!

    Lakers Brasil: Desde 2006, tudo sobre o Los Angeles Lakers

    • Facebook
    • Instagram
    • Twitter