Espalhe!
  • Bate Papo 0

    Na NBA existem vários prêmios ao final da temporada regular,  entre eles está o prêmio de melhor calouro do ano. O último vencedor do ROY (abreviação da premiação) foi Andrew Wiggins, a primeira escolha do Draft 2014.

    O Lakers vinha de sua, até então, pior campanha da história e tinha a sétima escolha do draft. Muita dúvida pairava no ar, nomes como Dante Exum, Marcus Smart e Noah Vonleh rondavam por perto do Staples Center. Até que na hora da escolha Mitch Kupchak e companhia escolhem Julius Randle. Um ala-pivô de Kentucky, conhecido por sua força e facilidade em pegar rebotes.

    Randle deu entrevistas dizendo que Los Angeles era o lugar perfeito pra ele, disse também que era o melhor jogador da classe e que ganharia o prêmio de ROY da temporada 2014-2015. Julius se destacava nos treinamentos e durante a pré-temporada deixou claro que conseguiria lutar pelo título. Até que no primeiro jogo da temporada contra o Houston Rockets, Randle quebra a tíbia e perde toda a temporada de 2014-2015. Um baque enorme para um menino que acabava de chegar na NBA.

    Durante sua recuperação, muito se falava em considerar ele novato para a temporada de 2015-2016. A direção da liga negou e os 15 minutos jogados por Randle em 2014 foram sua temporada de novato. É quase que consenso em tratar Randle como novato. E tendo base nisso é que se levanta uma questão: Julius Randle é o ROY de 2015-2016?

    Julião, como é carinhosamente chamado pela torcida do Lakers, possui média de 12 pontos e 11 rebotes por jogo. Algo muito promissor para um jogador em sua primeira temporada na NBA. Vale ressaltar que devido aos métodos contraditórios de Byron Scott, Randle veio do banco fazendo DD (Duplo-Duplo) constantemente. Seu desempenho deve ser analisado com mais cuidado ainda ao se dar conta de que não é a primeira arma ofensiva do time, tendo que dividir ações com D’Angelo Russell, Kobe Bryant e Jordan Clarkson.

    As médias de Julius Randle só “perdem” para Karl-Anthony Towns, o futuro melhor pivô da liga e primeira escolha do Draft de 2015. Towns possui médias de 18 pontos e 10 rebotes por jogo. O time de Towns, o Timberwolves, tem um sistema muito mais elaborado do que o do Lakers, ou seja, Towns além de jogar num time melhor, é mais envolvido no jogo do que Randle.

    Se uma sétima escolha de Draft consegue bater de frente com uma primeira escolha, não é loucura nenhuma considerar Randle um candidato ao título de novato do ano. Uma pena que faltou bom senso a NBA por parte disso. Enfim, Randle é o nosso melhor novato. E um futuro que tende a ser fantástico na liga. Espero que o Lakers saiba aproveitar isso e tirar o máximo rendimento dessa máquina de Duplos-Duplos.

    Confira alguns dos melhores lances de Randle

    Fala aí!