Espalhe!
  • facebook
  • twitter
  • whatsapp
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    17 de Outubro de 2016 postado por Renato Campos

    o_lakers_nao_e_o_warriors

    Depois da derrota do Lakers para o Warriors no último sábado, muitos tomaram conta das mídias sociais para mostrar sua indignação e também prever uma temporada de mais fiascos do nosso tão querido time. Mas caso essas pessoas não saibam, o Lakers não é o Warriors. E sim, está há anos-luz de chegar ao nível do time de Steve Kerr.

    Em uma cultura do pais do futebol, onde técnicos são demitidos em poucos meses e jogadores são crucificados por uma partida mal jogada, é fácil entender o comportamento de grande parte da torcida. Mas em um time com planejamento a longo prazo e estruturado, não se pode pensar assim.

    Estamos na pré-temporada e veremos ainda muitos altos e baixos de nossos garotos. Muito provavelmente seremos uns dos times do fundo da tabela na conferência oeste mais uma vez. Os garotos podem surpreender? Claro. E já até estão. Mas a caminhada é longa para um time estável e que possa competir pelo topo da tabela.

    Luke Walton sabe de tudo isso. E após a derrota de sábado, disse ao repórter Mark Medina o que pensa:

    A nossa prioridade é ter certeza que as coisas estejam sendo feitas de maneira correta. Se isso nos custar vencer poucos jogos, vai ser algo que vamos precisar conviver como um grupo. Vamos priorizar o desenvolvimento do time a vitórias. @LukeWalton

    Diferente da última temporada onde o discurso do técnico Byron Scott era priorizar os resultados positivos, Walton não tem pressa. E por mais que a paciência do torcedor esteja se esgotando, vamos precisar de um pouquinho mais para ver esse time realmente brilhar.

    Fala aí!