Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    23 de Outubro de 2018 por Guilherme Borges

    O Lakers perdeu nesta segunda-feira para o San Antonio Spurs, em jogo quente que foi decidido apenas na prorrogação. Desfalcado, o time soube suprir bem as ausências dos suspensos Brandon Ingram e Rajon Rondo, jogando de igual para igual com a forte equipe do Spurs.

    O primeiro quarto não foi nada como esperávamos. Com um time titular novo em razão das suspensões, o Los Angeles Lakers entrou em quadra com Lonzo Ball, Kentavious Caldwell-Pope, LeBron James, Kyle Kuzma e JaVale McGee. Uma rotação que demonstrou uma defesa fraca e que sofreu com o excelente aproveitamento dos arremessos de quadra do Spurs. Não fosse pela liderança de Lonzo e James o Lakers teria ficado ainda mais atrás. O primeiro quarto terminou 26x40 para os visitantes.

    Na volta do segundo quarto, a equipe da casa começou melhor e o Spurs obviamente esfriou um pouco (esquentar mais seria difícil). Mas o jogo continuou com uma dinâmica semelhante ao do primeiro quarto: toda vez que o Lakers se aproximava no placar o Spurs se esforçava de novo e abria. Até que depois de um contra ataque a diferença diminuiu para apenas três pontos: 51x48. Kuzma, que foi muito mal ofensiva e defensivamente no primeiro quarto, mostrou pequena melhora. O Lakers diminuiu a diferença pra um ponto mas, novamente, nossa falta de entrosamento e o aproveitamento absurdo do Spurs permitiriam novamente que a diferença voltasse para 11 faltando dois minutos para acabar. Com uma arrancada final do time da casa a diferença baixou e fomos para o vestiário perdendo por 5 pontos: 65x60

    Segundo tempo

    No terceiro quarto o jogo continuou exatamente igual: o Lakers fazendo arrancadas para tentar correr atrás do placar e o Spurs jogando um balde de água fria todas as vezes. LaMarcus Aldridge parecia que não podia ser parado. Luke tentou com uma rotação menor, com uma maior, com uma mistura e nada. Kuzma manteve um alto volume ofensivo e continuamos próximo no placar. No final do terceiro quarto empatamos, mas os visitantes colocaram três pontos de frente nos segundos finais. 96x93.

    Com um começo muito forte o Lakers conseguiu sua primeira liderança no placar desde o 3 a 2 (104x103). Com ataque desperdiçado o Spurs voltou a frente mas LeBron sofreu falta e nos colocou na frente novamente 106x105. Aldridge voltou a quadra e voltou a castigar a defesa. O Spurs colocou cinco pontos de vantagem na metade do último período  (115x110). Lonzo voltou para o jogo e o ritmo aumentou. Com Kuzma e LeBron liderando o Lakers e  DeMar DeRozan e LaMarcus liderando o Spurs a vantagem dos texanos caiu para dois pontos com três minutos no relógio. 

    Depois de péssimas sequências do Lakers e ótimas do Spurs, os adversários colocaram oito pontos de frente com 1 minuto para jogar. Jogo acabado. Se não fosse basquete. Com um minuto o Lakers conseguiu fazer dois pontos rápidos, defender, fazer três com Kuzma, defender de novo e deixar a estrela enorme de LeBron brilhar em matar mais 3pts para empatar e mandar a partida para o tempo extra (128x128).

    Na primeira posse, um grande problema. McGee fez sua sexta falta e precisou sair do jogo, e com isso Aldridge ficou livre para jogar novamente. Nas duas primeiras posses do Spurs no tempo extra, duas faltas e quatro lances livres para  Aldridge, que por sorte só converteu dois. Com duas jogadas incríveis do calouro Johnatan Williams, uma no ataque e outra na defesa, o Lakers conseguiu sua maior vantagem na partida, 134x130. Após uma bola de três do Spurs, Lonzo devolveu e logo em seguida Williams apareceu novamente para defender e fazer a cesta. 139x133 Lakers. No final, abrimos seis pontos de vantagem e estavamos confiantes da vitória. Jogo acabado. Se não fosse basquete. O improvável aconteceu. 

    Nós paramos de atacar e eles fizeram duas cestas seguidas. Com um ponto na frente e doze segundos no relógio, LeBron foi para a linha do lance livre e errou os dois. O Spurs converteu o arremesso na linda jogada desenhada pelo mestre Popvich ao passo que O Lakers perdeu a partida com uma fraca jogada desenhada por Luke (e uma execução ruim de James). Do céu ao inferno em um minuto. Mais uma derrota e mais um gosto amargo. 0-3 não era o começo que esperávamos. Doeria menos se tivéssemos jogado mal. Mas é só o início e ainda faltam 79 partidas. Que continuemos a evoluir e que começemos a vencer.


    Melhores Momentos

    Fala aí!