Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Felipe Valente Bettega

    12 de Novembro de 2018 por Felipe Valente Bettega

    O Atlanta Hawks chegou em Los Angeles tendo perdido sete dos seus últimos oito jogos, com a pior defesa da NBA (119.3 pontos por jogo) e o 29º offensive rating em uma Liga composta por trinta times. Vitória fácil para o Lakers, certo? Não exatamente...

    Os desperdícios do ataque Angelino exerceram um papel fundamental para manter o Hawks no jogo. O Lakers perdeu 22 posses de bola, ultrapassando a sua marca anterior de 20. Quanto aos lances livres, apenas 15 acertos em 24 tentativas (62.5%). Mas o que faltou de beleza sobrou de emoção.

    O Lakers ganhou o primeiro quarto por 28 a 22 e o Hawks venceu o segundo quarto por 31 a 24. O time californiano começou o terceiro quarto perdendo por 53 a 52 e LeBron James decidiu tomar conta do jogo, anotando 10 pontos, 4 rebotes e 3 assistências, apenas nesse período. E assim foi construída a vantagem roxa e dourada de 15 pontos (a maior da noite), porém o Hawks não desistiu e diminuiu a diferença para 9 pontos, perdendo o período por 32 a 22.

    Começo do quarto quarto, Lakers na frente por 84 a 75, quando brilha a estrela do calouro. Trae Young chegou ao Staples Center tendo errado 16 dos seus últimos 17 arremessos de três pontos tentados (durante os seus três jogos passados), mas isso não o desencorajou. Anotando 8 pontos e 4 assistências nos primeiros seis minutos e meio do período, ele deu ao Hawks a primeira liderança da segunda metade: 99 a 98. Young terminaria a noite com 20 pontos e 12 assistências, acertando 8 dos seus 18 arremessos de quadra tentados (sendo 4 de 8 para três pontos). Draftado pelo seu “potencial Stephen Curry”, o novato mostrou que também sabe arremessar a muitos passos da linha dos três pontos.

    O Hawks manteve a liderança até restar 1m34s de jogo, quando Kyle Kuzma empatou o jogo com uma bandeja. Kent Bazemore sofreu falta técnica por reclamar e Kuzma converteu o lance livre para colocar o Lakers na frente por 105 a 104. Enterrada de Vince Carter faltando 1m21s e Hawks na frente por 106 a 105. Após ataques errados de ambos os times, LeBron infiltrou no garrafão e sofreu falta dura nos 19.9 segundos finais, mas errou os dois decisivos lances livres. No entanto, Kuzma estava lá para garantir o rebote e arremessar de novo, mas também errou a decisiva cesta da vitória. Sem problemas! Era o que bastava para LeBron se redimir. Pegando o rebote, o Rei não perdoou e enterrou para levar a torcida de Los Angeles à loucura com a vitória por 107 a 106. Ele terminaria a noite com 26 pontos, 7 rebotes e 4 assistências, acertando 10 dos seus 20 arremessos de quadra tentados. Kuz encerrou a noite com 18 pontos e 8 rebotes, acertando 8 dos seus 18 arremessos de quadra tentados. Mas o jogo não havia acabado.

    Young driblou Brandon Ingram e foi para a bandeja de frente para a cesta, com o cronômetro estourando. E então Tyson Chandler surgiu para desviar a bola certeira com a pontinha dos seus dedos e garantir a terceira vitória seguida da temporada. É o quinto triunfo nas últimas seis partidas. Além disso, é a primeira vez que o Lakers consegue alcançar um retrospecto positivo (7-6) em praticamente dois anos!

    Fala aí!