Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Guilherme Borges

    04 de Janeiro de 2019 por Guilherme Borges

    "Obrigação de ganhar" não é uma expressão muito utilizada na NBA. Mas hoje, o Los Angeles Lakers deve colocar isso na cabeça. Não porque a equipe do outro lado, o New York Knicks, vem fazendo uma das piores campanhas da liga, mas sim, porque precisamos dessa vitória para nos mantermos na briga pelos Playoffs. Por isso, o Roxo e Dourado hoje não pode aceitar "perder pontos" pra um time evidentemente mais fraco.

    O Knicks é o penúltimo colocado da conferência Leste, com um recorde de 9 vitórias e 29 derrotas estando na frente apenas do péssimo Cleveland Cavaliers. A equipe de Nova York vem de oito derrotas consecutivas e apresenta a segunda pior defesa de toda a NBA, fato esse que deve ser extremamente aproveitado pelo nosso ataque. Vale lembrar que a estrela do Knicks, Kristaps Porzingis continua fora por conta da lesão no joelho, o que com certeza tem muito efeito no time.

    Se por um lado o adversário é fraco, por outro, o Lakers também não se encontra nas suas melhores fases. Com a última derrota para o Oklahoma City Thunder, a equipe Angelina tem agora três derrotas em quatro partidas sem LeBron James e Rajon Rondo. E a situação pode piorar. No último confronto, Kyle Kuzma lesionou as costas e é marcado apenas como questionável para a partida de hoje. Em outras palavras, o Lakers está mais desfalcado do que nunca. Mesmo assim, isso não pode ser desculpa. Não pode ser porque alguns erros do time não têm qualquer ligação com os desfalques. Por um exemplo, o aproveitamento pífio do lance livre nos últimos jogos (vergonhosos 63,21% nas últimas três partidas).

    Além dos lances livres, o Lakers continua sofrendo com últimos quartos pavorosos. Em três dos quatro confrontos sem LeBron o LAL foi ridiculamente humilhado nos últimos doze minutos de jogo. Nesse período, as performances individuais são simplesmente inaceitáveis, a defesa um buraco e o ataque uma disputa para ver quem amassa mais o aro. Luke Walton comentou ainda que os jogadores acabam se “auto sobrecarregando” nos últimos quartos.

    "Nós temos boas chances, mas não conseguimos converter. Não de uma maneira egoísta, mas de uma maneira competitiva, os jogadores têm se auto sobrecarregado, especialmente no último quarto. Isso é normal de acontecer com jogadores e times. O que nós continuamos mostrando aos nossos jogadores é que devemos continuar a jogar rápido nesses momentos. [...] Nós simplesmente paramos de jogar como jogamos nos outros três quartos. Nesse momento de tantas lesões, temos que melhorar isso se quisermos ganhar" – Luke Walton.

    Aliás, o técnico continua sendo alvo de muitas críticas por conta de sua inexperiência, por rotações duvidosas, por falta de jogadas de meia quadra e também por não saber utilizar os bons momentos dos jogadores durante as partidas. Tudo isso somado a notícia de que LeBron será reavaliado em uma semana, segundo Brad Turner, pode colocar o Lakers em situação de colapso, o que deve ser evitado a todo custo.

    Pré–Jogo

    Arena: Staples Center, San Antonio
    Horário: 01h:30
    Transmissão: NBA League Pass

    Os Quintetos

    Lakers: McGee, Hart, Ingram, Caldwell-Pope e Ball
    Knicks: Kornet, Vonleh, Knox, Hadrway Jr. e Mundiay

    Lesões

    Lakers:

    Rajon Rondo: o armador segue se recuperando da cirurgia na mão.
    LeBron James: a estrela continua fora em razão da lesão na virilha.
    Kyle Kuzma: o garoto está sentindo dores nas costas e é dúvida para a partida de hoje.

    Knicks:

    O time de Nova York segue sem Porzingis, sua principal estrela.

    Fala aí!