Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    10 de Janeiro de 2019 por Ricardo Romanelli

    Demorou apenas uma partida após sua volta de lesão para que Kyle Kuzma entrasse no ritmo que o Lakers precisa. Inspirado, o ala anotou 41 pontos em apenas três períodos na partida diante do Detroit Pistons, e o Lakers saiu vencedor pelo placar de 113 x 100.

    O time manteve a intensidade da última partida, e com muita vontade e disposição conseguiu bater o visitante Pistons no Staples Center. No segundo período, com Lonzo Ball liderando a criação de jogadas, o Lakers conseguiu abrir uma boa vantagem de 8 pontos no intervalo, e Kuzma já registrava 19 pontos. Foi no terceiro período, entretanto, que ele dominou. O jovem scorer fez de tudo: acertou bolas de três, pontuou no aro e dominou as ações em quadra ao anotar mais 22 pontos neste quarto e chegar a seu total de 41 na partida.

    Com o jogo tranquilo, Kuzma nem precisou voltar para o último período, e com isso bateu um recorde: seus 41 pontos em apenas 29 minutos constituem a melhor pontuação de um jogador do Lakers em menos de 30 minutos de jogo desde a introdução do relógio de posse de bola (1954-55). Sim, você não leu errado, isso é algo que nem Kobe Bryant alcançou em seus 20 anos com a camisa do Lakers.

    Sem Kuzma, sem problemas. Michael Beasley assumiu a bronca no último período e manteve o ritmo do titular, anotando 19 pontos no dia de seu aniversário, o suficiente para ser o segundo cestinha do time na partida. 

    Lonzo Ball também fez boa partida, entregando 11 assistências a seus companheiros de time e liderando o Lakers em +/-, com um +24. Brandon Ingram acabou fazendo um jogo mais quieto, até pela dominância de Kuzma, mas jogou dentro do sistema de jogo e participou bem das jogadas, mostrando que estava no jogo.
    Pelo Pistons, a dupla de garrafão Andre Drummond e Blake Griffin, principais armas do time, não conseguiu operar. JaVale McGee foi o grande responsável por manter Drummond com apenas 6 pontos no confronto, enquanto que Griffin teve noite ruim nos arremessos e anotou 16 pontos, liderando o time.
    Embalado por duas vitórias seguidas, o Lakers agora volta às quadras na próxima sexta-feira, contra o Utah Jazz.

    Fala aí!