Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    06 de Janeiro de 2019 por Ricardo Romanelli

    Sem corrigir os erros das últimas partidas, o Lakers foi até Minneapolis e foi atropelado pelo Minnesota Timberwolves e perdeu pelo placar de 108 x 86.

    O técnico Luke Walton tentou utilizar uma formação diferente, apostando no tamanho para conter o pivô Karl-Anthony Towns. Com isso, mandou a quadra um time composto por JaVale McGee e Ivica Zubac no garrafão, com Brandon Ingram, Josh Hart e Lonzo Ball no perímetro.

    A tática não deu certo, e o que se viu foi um time lento e apático, totalmente dominado pelo Wolves desde o início. Andrew Wiggins chegou muito rapidamente ao patamar de 20 pontos, sem ninguém capaz de contê-lo. O Wolves abriu uma diferença de 16 pontos já no primeiro período, e jamais viu a folgada margem ameaçada.

    O Lakers não se recuperou na partida e já no terceiro período parecia que Luke Walton tinha jogado a toalha, colocando em quadra atletas como os calouros Moritz Wagner e Svi Mykhailiuk.

    Nenhum jogador do Lakers anotou mais do que 20 pontos na partida, e Lance Stephenson com seus 14 pontos foi o maior pontuador do time no jogo.

    Pelo Wolves, Towns e Wiggins lideraram os esforços para bater o Lakers. O pivô anotou 28 pontos e alcançou 18 rebotes, enquanto que o ala registrou mais 28 pontos para o Wolves. Jeff Teague (15 pontos e 11 assistências) e Taj Gibson (12 pontos e 11 rebotes) também alcançaram double-doubles.

    O Lakers agora registra três derrotas consecutivas e apenas três vitórias nas últimas dez partidas.

    Para tentar reverter a maré ruim, o time vai até Dallas amanhã para enfrentar o Mavericks, do calouro sensação Luka Doncic, ainda sem contar com LeBron James e Rajon Rondo.

    Fala aí!