Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Felipe Valente Bettega

    15 de Março de 2019 por Felipe Valente Bettega

    Brandon Ingram começou a ficar fora de alguns jogos por causa de uma lesão desconhecida em seu ombro direito. Até que novos exames de imagem (Ultrassom com Doppler) foram feitos e o diagnóstico foi encontrado: Trombose Venosa Profunda (TVP) no braço direito. Hoje estou aqui como médico para dar uma luz aos nossos estimados leitores.

    Anatomia

    O sistema venoso é aquela parte da circulação na qual o sangue é transportado da periferia de volta para o coração. Distinguimos entre os sistemas venosos superficial e profundo. As veias superficiais são mais visíveis através da pele, e são largamente usadas para retirar sangue e aplicar medicações. As veias profundas são mais calibrosas, e transportam uma parte maior do sangue. Assim que chega ao coração, o sangue é enviado aos pulmões para ser oxigenado, retornando ao coração para ser bombeado pelas artérias para o corpo todo.

    Definição

    A Trombose Venosa é a formação de um coágulo sanguíneo (trombo) em uma ou mais veias. Recebe a classificação de Superficial ou Profunda de acordo com a localização da veia.

    Causas

    Há mais de 150 anos, o médico alemão Rudolf Virchow postulou que a formação e a propagação de um trombo resultavam de anomalias em três grandes domínios (A Tríade De Virchow):

    -Estado hipercoagulável: alterações no sangue da pessoa que o torna mais suscetível à coagulação. Pensando no Ingram, as condições hereditárias devem ser investigadas para procurar uma causa genética.
    -Lesão na parede vascular: aterosclerose e cateteres permanentes são mais comuns na população em geral. Para o atleta Angelino, pensaríamos em um grande trauma durante uma partida.
    -Estase circulatória: a história clássica de pacientes que ficaram acamados após uma cirurgia ou mesmo imobilizados durante uma longa viagem. Mesmo considerando as inúmeras viagens de avião para jogar em outras cidades, essa condição costuma afetar mais as pernas.

    Detalhe

    Considerando que apenas 10% de todos os casos de TVP envolvem as extremidades superiores, nenhuma hipótese pode ser deixada de fora.

    Casos de jovens saudáveis com TVP espontânea em seus braços são raros, mas podem ser explicados pela Síndrome de Paget-Schroetter, conhecida também como Trombose Venosa Induzida por Esforço: Coágulos sanguíneos seriam formados nas veias Subclávia ou Axilar por movimentos repetitivos do braço durante atividades gerais ou após exercício vigoroso. Podem ser consideradas a mecânica do arremesso e a rotina de academia para fortalecer o jogador.

    O Desfiladeiro Torácico é o espaço entre o pescoço e o tórax pelo qual passam numerosos nervos e vasos sanguíneos (artérias e veias). Uma vez que essa passagem está bastante preenchida, as estruturas podem ficar comprimidas (por costela, clavícula ou um músculo) causando dor e alteração da sensibilidade, sendo chamada de Síndrome do Desfiladeiro Torácico. Às vezes, temos até anomalias anatômicas como uma costela extra contribuindo para essa condição. A compressão de uma veia profunda poderia então originar o coágulo sanguíneo.

    Tratamento

    É feito com anticoagulantes por 3 a 6 meses. A medicação pode ser feita via oral e visa aumentar a fluidez do sangue para estabilizar o coágulo sanguíneo, que será dissolvido pelo corpo. O que queremos evitar é que um pedaço desse trombo se desprenda e viaje até o pulmão, causando o Tromboembolismo Pulmonar (TEP), uma condição potencialmente fatal.

    Chris Bosh

    Analisando a Tríade de Virchow previamente mencionada, Bosh negou ter casos de TVP na família (estado hipercoagulável). Ele acredita que tudo começou com um uma lesão que sofreu na panturrilha quando sentiu ser chutado durante uma partida (lesão na parede vascular). Logo em seguida ele pegou um longo voo com o seu time e não usou as meias de compressão elástica para ajudar o retorno venoso (estase circulatória). Temos então dois dos três pilares da Tríade, e acontecendo na perna que é bem mais comum. Bosh, no entanto, não foi diagnosticado rapidamente e o trombo viajou até os pulmões causando o TEP. O problema foi que após ser tratado, o ídolo do Miami Heat teve outro surgimento de coágulo sanguíneo, dessa vez sem causas aparentes e causando a sua aposentadoria precoce.

    Efeitos na Carreira

    Quando uma pessoa tem um evento único de TVP, mesmo não identificando a causa, ela pode ser tratada e voltar à vida normal. Mas se o problema retorna isso significa medicação anticoagulante para o resto da vida. E o impedimento de voltar às quadras reside no risco de sangramentos. Um corte até pode ser resolvido com alguns pontos de sutura na hora, mas um trauma na cabeça pode ser fatal devido à uma hemorragia cerebral.

    Expectativa

    O que aconteceu com Ingram é triste não apenas para os torcedores do Lakers como também para os fãs do esporte em geral. Seu quadro, a princípio, é diferente do de Bosh. Eu acredito que seja um evento isolado. Sendo assim, vamos torcer para uma recuperação rápida e completa. Tenho confiança de que veremos o camisa 14 nas quadras novamente!

    Fala aí!