Espalhe!
  • Bate Papo 0

    Rajon Rondo quer ficar para a próxima temporada

    Mesmo com um mar de incertezas sobre o que será do elenco e da comissão técnica do Lakers na próxima temporada, Rajon Rondo já decidiu que gostaria de permanecer com a franquia. O veterano armador acredita que pode acrescentar algo às esperanças de recuperação do Lakers na próxima campanha:

    "Com certeza eu gostaria de voltar. Na última offseason chegamos a falar em um contrato mais longo, sabe, tenho apenas 33 anos. Não sei o que o futuro reserva, sobre quem fica, quem não fica, ou se eu mesmo não volto. Essas coisas estão fora do meu controle. Mas ao mesmo tempo, esta é uma excelente organização. As pessoas que trabalham aqui são incríveis, e se eu puder, quero ajudar esta organização a crescer." - Rajon Rondo.

    Rondo fez uma temporada muito abaixo do esperado, inclusive repleta de lesões. Mas com um salário reduzido e um papel menor, vindo do banco, talvez seja uma boa alternativa para adicionar experiência e liderança à segunda unidade.

    McGee também gostaria de ficar

    Outro atleta que manifestou interesse em permanecer no time é o pivô JaVale McGee. Jogando por um salário mínimo de veteranos, o atleta de 31 anos teve uma temporada com início e fim bons, mas muitas dificuldades no meio do caminho, tendo inclusive contraído pneumonia. Ele, que tem problemas respiratórios e sofre de asma, declarou que a doença foi que lhe impediu de ter uma campanha melhor. Apesar da temporada ruim, ele estaria aberto a permanecer no time:

    "Claro que eu não me importaria de renovar com o Lakers, é uma das franquias com mais história da liga. Isso é fato. Mas você sabe como é a offseason, como é a agência livre e como os times agem quando eles acham que têm uma necessidade. Se acharem que precisam de mim aqui, me trarão de volta." - JaVale McGee.

    Assim como Rondo, McGee não é o atleta ideal para se depositar todas as fichas, mas certamente mostrou ser um pivô útil para uma rotação de garrafão. Ao contrário do armador e outros veteranos, sua produção excedeu seu ganho salarial, e uma renovação num contrato barato seria de grande valor para o Lakers.

    Lakers nunca fez oferta a Julius Randle

    Num momento onde já surgem rumores sobre a próxima offseason, como os dois acima, veio à tona também uma estória sobre o período de contratações do ano passado. Após o Lakers não fazer nenhuma oferta ao pivô Julius Randle, ele pediu para que os direitos sobre sua agência livre restrita fossem renunciados para assinar com o New Orleans Pelicans:

    "Apesar do Lakers controlar os direitos sobre Randle e dos pedidos de Luke Walton para mantê-lo no time, o agente Aaron Mintz acabou pedindo que o time renunciasse seus direitos sobre Randle. Ele acabou assinando com o New Orleans Pelicans por dois anos." - Dave McMenamin. 

    A informação de McMenamin (ESPN) vai no mesmo sentido de fatos apurados por sua colega Ramona Shelburne, também da ESPN:

    "Randle pediu para ser renunciado. Ele não queria mais ficar no Lakers, chegando ao ponto em que sei que Luke Walton estava lhe mandando mensagens e ele não respondia." - Ramona Shelburne.

    A essa altura é inútil debater quem estava certo ou errado na história. Podemos apenas esperar que a diretoria tenha aprendido com seus erros e que, caso não queira algum jogador, pelo menos enxergue seu valor e obtenha algo em troca no mercado. Perder um atleta como Randle de graça não é uma maneira sustentável de acumular talento e construir um time vencedor.

    Fala aí!