Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Douglas Guideli

    24 de Abril de 2019 por Douglas Guideli

    Fora dos playoffs na atual temporada os Lakers gastam agora todos os seus esforços na busca por um novo técnico e já começa a pensar no Summer, onde a equipe buscará os tão necessários e esperados reforços para a temporada 2019-2020. Enquanto isso o que nos resta são rumores...

    Mychal Thompson não vê Klay Thompson assinando com a Lakers

    Klay, um dos melhores FA que estará disponível no fim dessa temporada é provavelmente um dos alvos dos Lakers, ainda mais o Klay sendo originário do sul da Califórnia e tendo um histórico familiar com a equipe de Los Angeles. O pai de Klay, Mychal Thompson, inclusive é o atual locutor de rádio do Lakers.

    Porém a grande maioria da imprensa e dos analistas ainda acredita que Klay renovará com os Warriors. Mesmo assim, os torcedores dos Lakers continuam acreditando na vinda do Klay e perguntam a seu pai a todo tempo sobre a possível vinda da atleta para LA.

    Questionado sobre a possível vinda, Mychal responde: 

    "Eu não posso ir a lugar nenhum. Esse rumor sobre Klay, é um elogio: os fãs do Lakers querem que ele jogue aqui. Mas eu não penso assim. Eu acho que os Lakers vão ficar bem. Eu não vejo o Klay vindo aqui como um salvador.”

    De fato, Klay encaixaria em qualquer time da NBA, é um talento nato. Seria ótimo tê-lo no nosso time para a próxima temporada. Nos resta aguardar e torcer para essa história ter um final feliz para nós torcedores, mesmo com chances pequenas de isso acontecer.

    Rob Pelinka e Kurt Rambis entrevistam Jason Kidd para o cargo de treinador principal

    No incio das buscas por um novo treinador para os Los Angeles Lakers, Jason Kidd, o ex-treinador do Milwaukee Bucks, era visto como um candidato em potencial. Porem um fato fez a equipe dos Lakers mudar um pouco os planos. Antes de Luke Walton ser demitido, Kidd apareceu no “The Jump” da ESPN, e discutiu uma potencial oportunidade de treinar LeBron James e os Lakers. Isso deixou Jeanie bem descontente.

    Apesar disso, Rob Pelinka e Kurt Rambis entrevistaram Kidd para o cargo de treinador principal da equipe, segundo Dave McMenamin, da ESPN: 

    “Jason Kidd foi entrevistado para a vaga de treinador principal do Los Angeles Lakers na segunda-feira. A entrevista de Kidd foi com o Rob Pelinka, e com o executivo da equipe Kurt Rambis e foi conduzida no centro de treinamento da equipe em El Segundo, Califórnia. A entrevista com o ex-armador do Hall of Fame durou várias horas, disseram fontes à ESPN.”

    Com essa entrevista, Kidd entra de vez na briga pela vaga de técnico dos Lakers para a próxima temporada. Porém acredito que essa decisão ainda está longe de ser tomada, teremos que aguardar as cenas dos próximos capítulos.

    Lakers marcam uma segunda entrevista com Tyronn Lue

    Outro que está na briga para Ty Lue e rumores dizem que os executivos de LA marcaram uma segunda entrevista com Lue nessa semana, segundo Broderick Turner do Los Angeles Times:

    “Os Lakers agendaram uma segunda entrevista com Tyronn Lue na quarta-feira em Los Angeles para a vaga de treinador. Desta vez, Lue se encontrará com a co-proprietária dos Lakers, Jeanie Buss, pela primeira vez e novamente com Rob Pelinka. Lue e Pelinka tiveram uma sessão de sexta-feira em Newport Beach.”

    Como eu já disse anteriormente, essa novela, na minha opinião, ainda vai longe...

    Lakers nunca soube sobre ação de assédio sexual contra Luke Walton 

     Luke Walton, ex-treinador do Los Angeles Lakers e atual treinador do Sacramento Kings está sendo acusado de assédio sexual por Kelli Tennant, ex-integrante da Spectrum SportsNet. No processo, Walton supostamente assediou Tennant quando ele ainda era um treinador adjunto do Golden State Warriors, mas não há uma data exata do fato.

    Os Lakers, supostamente não sabiam sobre as alegações de Tennant contra Walton e isso não tinha "fundamento" em seu status de trabalho, de acordo com Tania Ganguli, do Los Angeles Times: “Uma fonte dos Lakers diz que as alegações contra Luke Walton, que teriam ocorrido antes de os Lakers o contratarem, nunca foram de conhecimento dos Lakers e, consequentemente, não tiveram qualquer influência sobre o status de emprego de Walton.”

    Nos resta aguardar a resolução desse caso e que se houve mesmo o assédio que a justiça seja feita. Além disso, desejo de coração que de fato os Lakers não soubessem de nada quando contrataram o Luke, porque esse seria um erro grave, na minha opinião.

    Fala aí!