Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    10 de Julho de 2019 por Renato Campos

    Danny Green não participou da onda imediata de transações que iniciaram a agência livre da NBA.

    Como membro do atual campeão Toronto Raptors, o destino de Green estava ligado ao de (agora ex-companheiro de time) Kawhi Leonard. Duas das três equipes que estavam interessadas em Green (Lakers e Raptors) também estavam esperando por Leonard, então Green foi forçado a esperar até que Leonard decidisse. Assim que Leonard escolheu o Clippers, Green quase imediatamente anunciou sua mudança para Los Angeles para jogar pelo Lakers, e agora ele está a todo vapor com seu novo time.

    Green já havia dito que o Lakers eram um destino óbvio por causa da presença de dois superstars. No último episódio de seu podcast, “Inside the Green Room”, Green entrou em mais detalhes sobre por que ele queria se juntar à organização:

    Estou animado, não vou mentir. Lembre-se, o plano era estar aqui [Toronto], que era o número 1. Obviamente, as coisas mudaram nesse sentido. Estou saindo de um ótimo lugar, mas também vou a um lugar que não seja tão ruim. Eles têm uma ótima equipe lá, uma ótima base, então estou ansioso para voltar ao Oeste novamente. Eu olho para todos os aspectos positivos quando vou a uma nova cidade, me reinvento um pouco. mas obviamente eles estão me trazendo para ser a mesma pessoa que eu sou.

    O Lakers não assinou o grande talento que esperavam durante a offseason, mas Green está longe de ser um prêmio de consolação. Ele é um veterano comprovado que tem sido bem sucedido em situações de alta pressão com vários tipos diferentes de listas. Mesmo que o Lakers levem algum tempo para se unirem, Green tem grandes esperanças:

    Nós temos um bom grupo de caras, podemos fazer algo especial acontecer.

    E se alguém souber como fazer algo especial acontecer no primeiro ano com uma nova equipe, é Danny Green.

    Fala aí!