Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Renato Campos

    26 de Julho de 2019 por Renato Campos

    Em 2019, o Clippers foi capaz de 'roubar' Kawhi Leonard do Lakers.

    Até então, o Clippers nunca havia assinado com um jogador de alto calibre no período de agenciamento livre e muitos acreditam que o time é um dos favoritos para vencer as Finais da NBA de 2020. O que alguns podem não lembrar é que o Clippers quase finalizou uma negociação ainda maior em 2004, que teria custado ao Lakers, um dos seus maiores da história -  Kobe Bryant.

    Após a temporada de 2003-04 da NBA em que o Lakers perdeu para o Pistons nas finais, ficou claro que a relação entre Bryant e O'Neal havia chegado ao fim. Os dois não podiam mais coexistir e com O’Neal querendo uma extensão de contrato e Bryant entrando na agência livre naquele mesmo verão, o Lakers teve uma escolha a fazer.

    Essa história você já sabe. O Lakers troca O'Neal e depois assina com Bryant, mas este último estava mais perto de se juntar ao Clippers do que qualquer um se lembra. O ex-locutor, Ralph Lawler, lembrou que toda a diretoria deixou a reunião acreditando que Bryant estava chegando, de acordo com Andrew Greif, do Los Angeles Times:

    "O acordo foi finalizado", disse Ralph Lawler, o futuro locutor do Hall of Fame que se aposentou em abril após 40 temporadas com o Clippers, lembrando o verão de 2004. "Dentro da organização estava em toda parte: 'Oh meu Deus, nós temos Kobe Bryant. '

    Lawler chegou ao ponto de dizer que Bryant basicamente deu um acordo verbal ao Clippers durante aquela reunião:

    Kobe se virou para ele e disse: 'Não se preocupe, eu sou um Clipper.' Então ele saiu pela porta e todos os diretores começaram a se cumprimentar uns aos outros pensando: 'Por Deus, nós fizemos isso'.

    Esta é uma das maiores situações de "e se" em relação à NBA na história recente, já que Bryant, no Clippers, teria mudado muitas coisas para várias equipes. O Lakers provavelmente teria mantido O’Neal, que não continuou em um nível alto por tanto tempo quanto Bryant e é questionável se o Lakers teria ganho outros campeonatos como aconteceu.

    A negociação teria elevado o status de Clippers e legitimado-os como uma franquia e, potencialmente, construir uma dinastia em torno de Bryant. O Clippers poderia ter ganho um campeonato se Bryant tivesse se juntado a eles? Isso é papo pra chopp.

    No final, o proprietário Dr. Jerry Buss foi capaz de ativar sua magia e fazer Bryant ficar por perto e se tornar o maior Laker de todos os tempos.

    A rivalidade entre o Lakers e o Clippers poderia estar em alta após o que aconteceu nesta offseason, mas teria sido astronômico se Bryant tivesse mudado de lado há 15 anos.

    Fala aí!