Espalhe!
  • Bate Papo 0
    Ricardo Romanelli

    09 de Agosto de 2019 por Ricardo Romanelli

    A offseason do Lakers ficou marcada pela perseguição a uma terceira estrela que pudesse se juntar a LeBron James e Anthony Davis. A franquia não alcançou este objetivo, mas mesmo assim buscou outras alternativas no mercado e montou um sólido elenco ao redor dos dois astros. No que depender de Kyle Kuzma, entretanto, o Lakers em breve terá sua terceira estrela: ele mesmo. O atleta abordou o assunto em entrevista para a ESPN:

    "Não sinto nenhuma pressão, mas acredito que sou capaz de ser um superstar. Eu trabalho muito no meu jogo. Meu progresso ao longo da minha jornada mostra que eu posso chegar lá. Eu me desenvolvi todos os anos, desde os tempos da universidade, e eu não sinto que este desenvolvimento tenha parado." - Kyle Kuzma.

    Kuzma tem sido um misto de extrema confiança, talento e trabalho desde que chegou ao Lakers, então não é de se surpreender que ele chegue a patamares de desenvolvimento muito acima do que originalmente foi projetado para ele. Esta é, afinal, a fórmula do sucesso no esporte. Ele ainda mostrou que sabe exatamente onde estão os problemas em seu jogo, e que tem trabalhado neles:

    "Ano passado eu não arremessei a bola bem, e ainda tive quase 20 pontos de média. Se eu conseguir arremessar bem e continuar desenvolvendo as faces defensivas do meu jogo, não vejo porque não posso ser esta terceira estrela." - Kyle Kuzma.

    O atleta vem trabalhando nesta offseason justamente nestes dois aspectos. Para os arremessos, conta com a ajuda do treinador conhecido como "Lethal Shooter", um astro entre os treinadores de arremessos na NBA. Na defesa, tem a mentoria de Metta World Peace, ex-Laker e um dos maiores jogadores defensivos da história. 

    A história da NBA mostra que não existem limites para jogadores talentosos e que se dedicam a melhorar. Se Kuzma continuar neste caminho, pode se consolidar como uma força em ascenção na liga.


    Fala aí!